Publicidade
Decisão

Cruzeiro vence o Corinthians no 1º jogo das finais da Copa do Brasil

Cruzeiro vence o Corinthians no 1º jogo das finais da Copa do Brasil
Thiago Neves comemora o gol do Cruzeiro

O Cruzeiro saiu na frente na decisão da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira (10), o time mineiro derrotou o Corinthians por 1 a 0, na primeira partida pelas finais da competição. O jogo foi no Mineirão, em Belo Horizonte. O duelo de volta está marcado para a próxima quarta-feira (17), às 21h45, no Itaquerão, em São Paulo.

Para ser campeão em casa, o Corinthians precisa de uma vitória por dois gols de vantagem. Se vencer por apenas um gol, o título será decidido nos pênaltis. Ao contrário de outros anos, o gol fora de casa não vale mais como critério de desempate na Copa do Brasil. O Cruzeiro, por sua vez, precisa de um empate ou de uma vitória por qualquer placar.

Na história da competição, o Cruzeiro foi campeão em 1993, 1996, 2000, 2003 e 2017. O Corinthians, por sua vez, ostenta os títulos de 1995, 2002 e 2009.

No jogo em Belo Horizonte, o Cruzeiro teve as melhores chances no primeiro tempo. Thiago Neves chegou a chutar uma bola na trave. E o goleiro Cássio fez uma grande defesa em cabeçada de Henrique. Até que, aos 46 minutos, Thiago Neves abriu o placar, de cabeça, após cruzamento de Egídio.

Na etapa final, o time da casa teve mais finalizações, ao passo que o Corinthians conseguiu equilibrar a posse de bola. Mas ninguém marcou mais gols. Nos descontos da partida, Araos, do Corinthians, acabou expulso.

 

CRUZEIRO 1 x 0 CORINTHIANS

Cruzeiro: Fábio; Edílson, Dedé, Léo e Egídio; Ariel Cabral, Henrique, Robinho, Thiago Neves (David) e Rafinha (Rafael Sóbis); Barcos (Raniel). Técnico: Mano Menezes

Corinthians: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Gabriel, Ralf, Jadson (Emerson Sheik), Mateus Vital (Araos) e Clayson (Pedrinho; Ángel Romero. Técnico: Jair Ventura

Gol: Thiago Neves (46-1º)

Cartões amarelos: Egídio, Henrique (Cru), Thiago Neves, Léo Santos, Jádson, Araos

Expulsão: Araos (48-2º)

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Local: Mineirão, quarta-feira

DESTAQUES DOS EDITORES