CSA bate Vitória, respira e diminui diferença para G-4 da Série B

Com gol nos minutos finais, o CSA derrotou o Vitória por 2 a 1 na noite deste sábado, no estádio Rei Pelé, pela 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. De quebra, impediu que o rival se aproximasse na tabela de classificação.

O resultado fez o CSA terminar a noite na décima posição, com 18 pontos, cinco do Guarani, o primeiro dentro do G-4. O Vitória, por outro lado, ficou em 15º, com 12, mesma pontuação do Londrina, 17º, dentro da zona de rebaixamento.

Os times fizeram um grande primeiro tempo e o gol não saiu por um mero detalhe. O CSA foi para o ataque desde o começo e desperdiçou uma boa oportunidade aos nove minutos. Bruno Mota passou por Dudu Beberibe, dominou e chutou com força de fora da área. Ronaldo fez a defesa. O Vitória equilibrou as ações e também fez Higo Rodrigues trabalhar.

O time baiano ficou muito perto de abrir o placar aos 38 minutos, quando Marcelo achou Cedric. Ele avançou em liberdade e cruzou para Ramon. O atacante pegou de primeira e viu a bola, quase em cima da linha, carimbar Samuel, seu companheiro de equipe. Antes do apito final, o CSA pressionou novamente, mas não tirou o zero do placar.

No segundo tempo, o CSA tinha o domínio claro da partida. O time alagoano tentou de todos os jeitos, mas foi inaugurar o marcador apenas aos 28 minutos. Ernandes deu belo cruzamento para Gabriel, que apareceu nas costas de Pedrinho para cabecear para o fundo das redes.

Mas não deu tempo para comemorar. Aos 34 minutos, o árbitro assinalou pênalti após a bola bater na mão de Cajá. Eduardo foi para a cobrança e bateu com categoria para fazer 1 a 1. O CSA não sentiu o gol e voltou ao ataque, mas Ronaldo fez uma grande defesa para impedir o segundo do time alagoano.

Na próxima rodada, o Vitória enfrenta o Avaí, no sábado, às 16h30, no estádio Barradão, em Salvador (BA). No domingo, às 18h15, o CSA visita o Remo, no Baenão, em Belém (PA).

FICHA TÉCNICA:

CSA 2 x 1 VITÓRIA

CSA - Thiago Rodrigues; Yuri, Matheus Felipe, Lucão e Ernandes; Geovane (Marco Túlio), Silas (Gabriel Tonini), Gabriel e Bruno Mota (Renato Cajá); Dellatorre (Reinaldo) e Dudu Beberibe (Aylon). Técnico: Ney Franco.

VITÓRIA - Ronaldo; Cedric, Matheus Moraes (Jõão Victor), Marcelo Alves e Pedrinho; João Pedro (Van), Gabriel Bispo e Eduardo; Wesley Pionteck (Ronan), David (Soares) e Dinei (Samuel). Técnico: Ramon Menezes.

GOLS - Gabriel, aos 28 e Eduardo, aos 34, e Lucão, aos 44 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Gabriel (CSA)

ÁRBITRO - Andre Luiz de Freitas Castro (GO).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)