Cuiabá perde para o Sampaio Corrêa, mas comemora acesso inédito ao Brasileirão

O Cuiabá ficou sabendo do acesso inédito à elite minutos antes da bola rolar graças ao empate do CSA com o Brasil de Pelotas e acabou se desconcentrando. O Sampaio Corrêa, que não tinha nada a ver com isso, aproveitou a desatenção do adversário e ganhou por 3 a 1, na Arena Pantanal, pela penúltima rodada da Série B do Brasileiro, nesta sexta-feira.

A derrota acaba com uma invencibilidade de cinco jogos, mas não estragou a comemoração do Cuiabá, que, na terceira colocação, com 61 pontos, não pode mais ser alcançado pelo CSA, quinto colocado, com 57. Apenas cumprindo tabela, o Sampaio tem 54 e está em sexto lugar.

Fundado em 2001, o Cuiabá vai disputar pela primeira vez na sua história a elite do Brasileiro. No ano passado, em sua estreia na Série B, o time já havia feito boa campanha ao terminar na oitava colocação.

Todos os jogos da última rodada serão na próxima sexta-feira, às 21h30. O Cuiabá encara o CRB, no Rei Pelé, em Maceió, enquanto o Sampaio Corrêa recebe o lanterna Oeste, no Castelão, em São Luis.

O JOGO - O Cuiabá demorou para focar na partida depois da comemoração do acesso e viu o Sampaio Corrêa assustar em cabeceio de Daniel Felipe. Depois foi a vez de Marcinho levar perigo em chute de fora da área. Aos poucos, o time mato-grossense foi se encontrando e começou a criar chances.

Marcinho e Elvis levaram perigo em chutes de fora da área, enquanto Elton fez Mota trabalhar após receber passe de Rafael Gava. Quando o Cuiabá parecia mais perto do gol, o Sampaio Corrêa aproveitou vacilo do sistema defensivo adversário para abrir o placar aos 42 minutos.

Em cobrança de falta ensaiada, Jackson recebeu de Marcinho, passou por Romário e soltou a bomba no ângulo. A bola ainda tocou no travessão antes de entrar. Dois minutos depois, João Carlos saiu muito mal do gol e Léo Costa se antecipou ao goleiro para ampliar de cabeça.

Logo aos 30 segundos do segundo tempo, Mota dividiu com Felipe Marques e depois acabou derrubando Elton dentro da área. O camisa 9 foi para a cobrança, mas o goleiro fez a defesa. No rebote, Joazi se esticou todo para tirar de Marcinho.

O Cuiabá retornou mais ligado do intervalo e voltou a assustar. Felipe Marques fez boa jogada e cruzou rasteiro para Elton mandar por cima do travessão. A resposta do Sampaio Corrêa veio em desvio de Jackson, mas João Carlos impediu o terceiro gol.

Aos 32 minutos, Felipe Ferreira recebeu de Matheus Barbosa e, de fora da área, diminuiu para o Cuiabá. Logo depois, Yago cortou o zagueiro e bateu para boa defesa de Mota. Nos minutos finais, o time da casa partiu com tudo em busca pelo menos do empate e viu o Sampaio fazer o terceiro aos 46, em chute de Dione de fora da área.

FICHA TÉCNICA

CUIABÁ 1 X 3 SAMPAIO CORRÊA

CUIABÁ - João Carlos; Lucas Ramon, Ednei, Anderson Conceição e Romário; Auremir (Matheus Barbosa), Rafael Gava e Elvis (Felipe Ferreira); Marcinho (Yago), Elton (Jenison) e Felipe Marques (Willians Santana). Técnico: Alan Aal.

SAMPAIO CORRÊA - Mota; Diego Tavares (Roni), Joécio, Daniel Felipe e Joazi; André Luiz (Serginho), Vinícius Kiss (Mailson) e Marcinho (Dione); Léo Costa, Jackson e Roney. Técnico: Léo Condé.

GOLS - Jackson, aos 42, e Léo Costa, aos 44 minutos do primeiro tempo; Felipe Ferreira, aos 32, e Dione, aos 46 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Andre Rodrigo Rocha (TO).

CARTÕES AMARELOS - Lucas Ramon, Auremir, Elvis e Romário (Cuiabá); Mota (Sampaio Corrêa).

LOCAL - Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).