Publicidade
Comporte-se

Cuidado com o embuste!

Cuidado com o embuste!

Pode anotar no caderninho mais um modelinho à solta no mercado: o crush ou a relação embuste. Mal o século XXI vai desfigurando os moldes tradicionais de relacionamentos e as nomenclaturas se estabelecem da noite para o dia.

O embuste, segundo o próprio significado da palavra, é a tramoia, o golpe, a cilada, aquele ou aquela que diz ser mais não é. Esse tipo de pessoa cria toda uma situação, que faz acreditar até que uma relação existe. Estabelece um vínculo tão verossímil que não se tem dúvidas de que algo acontece.

Mas por que é chamado embuste?
Porque na verdade nunca acontece. Fica na zona morta da sedução, da promessa, do compromisso sempre adiado. De uma desculpa para essa semana, para a próxima e queridinhos, para todo o sempre. Não vai acontecer.

Todo o jogo, aquele clima de cumplicidade nos faz entrar no delírio, o que significa alteração da realidade. Contudo, para prosseguir o ritmo de conquista, seguir o próximo passo é natural. E aí começa o modus operandi do embuste (o ser).

Geralmente estabelece códigos próprios com o suposto par a fim de sempre retomar o assunto daquele ponto. Pode sempre solicitar de um modo particular, uma música compartilhada, uma expressão cunhada por ambos em algum bate-papo super legal. Mas e aí quando resolvem se encontrar? Não deu, Só na próxima semana, Meu cachorro tá doente e fica sozinho dia todo, enfim, a pessoa nunca pode. E fica a dica, na outra semana vai ter outra desculpa até o dia em que você tiver enfurecido e aí o quadro se reverte: quanta incompreensão, que falta de sensibilidade, isso se não for tachado de louco ou louca, porque embuste não é uma questão de gênero.

O fato é que os embusteiros gostam de ficar nesse muro espiando, provocando, prometendo, se fazendo envolver, mas na verdade a outra parte não está nem no top 10 de suas prioridades, porque sejamos honestos, quem quer faz. E não importa quando e como.

O egocentrismo é o mantra do embuste, porque só a perspectiva dele é considerada. O laço proposto pela farsa tem a finalidade de medir seu poder de sedução, de atenção e de talvez, dar um pouco de interesse a uma vida, que convenhamos, deve ser bem sem graça.

Então amigos que estão encantados com o glitter dos embusteiros, a tia aqui vai passar um aspirador de pó e jogar o alerta vermelho. Cai fora que é embuste. E como um amigo meu disse, tira o coração da jogada que é traste!

DESTAQUES DOS EDITORES