Publicidade
Comida

Curitiba conta com as típicas e exclusivas empanadas colombianas bem no centro

(Foto: Divulgação)
Na América do Sul quase todos os países tem a empanada como um prato típico, sendo as mais famosas as de quatro países: Argentina, Chile, Bolívia e Colômbia! A empanada colombiana é  como um pastel com massa à base de milho sem nenhuma farinha, o que a torna ideal para celíacos, que se destaca pela consistência da sua massa e pelos diferentes recheios.  Diferente das empanadas dos demais países mencionados que se consome assada, na Colômbia a empanada é frita e o segredo está na massa crocante e no acompanhamento chamado Aji, uma mistura levemente apimentada que acompanha a empanada. 

E não se engane: apesar de frita, a empanada tem a sua massa sequinha: "Existe todo cuidado para que o salgado não fique encharcado de óleo, mantendo a textura mais crocante. Esta empanada se consome em toda Colômbia, principalmente para acompanhar cerveja com os amigos" explica Jenny Lopez, proprietária das Obleas Originales de Curitiba.
Jenny lembra que o alto número de turistas brasileiros que visitam a Colômbia todos os anos ajudou na popularização do prato em Curitiba: "Muitos curitibanos que visitaram San Andrés, Cartagena ou mesmo Bogotá acabam perguntando onde encontrar as empanadas, que são muito populares em qualquer cidade de meu país. A receita é muito colombiana e em nada se parece com as empanadas de países como Argentina e Chile. É algo popular na Colômbia e que aos poucos vai caindo no gosto das pessoas aqui" completa.   
Atenção aos horários das empanadas!
Quem quiser saborear uma empanada colombiana bem típica em Curitiba pode encontrar no carrinho das Obleas Originales todas as quartas, quitas, sextas e sábados, a partir das 17 horas,  bem no centro de Curitiba, na Vila Urbana (Rua marechal Deodoro, 686), sempre a partir das 16 horas.
Serviço:
Empanadas Colombianas das Obleas Originales
Rua Marechal Deodoro, 686, centro de Curitiba - Vila Urbana (quartas, quintas, sextas e sábados,a partir das 17 horas)

DESTAQUES DOS EDITORES