Publicidade
Curitiba de Graça

Curitiba de Graça: Visão sobre o futuro após a pandemia, lançamento da Blindagem, fotos de Curitiba e cinema em casa

O inverno começou e com ele aumenta a preocupação com o novo coronavírus, por isso, se você pode, fique em casa. E certamente, não será por tédio que você se aborrecerá. Selecionamos uma série de dicas culturais, de entretenimento e até de saúde para você ficar bem no seu lar doce lar.

Para conferir outras atrações culturais, é só acessar o nosso site: www.curitibadegraca.com.br.


Crédito: Acervo pessoal

Escritora Bebeti do Amaral Gurgel

Pós-pandemia por Bebeti do Amaral Gurgel

A escritora curitibana Bebeti do Amaral Gurgel participa do projeto “Pensando o Amanhã”, do Goethe-Institut, que propõe uma reflexão sobre o que vai ocorrer no mundo após a pandemia do novo coronavírus. Artistas de vários países participam deste projeto e a Bebeti é a intelectual que representa o Brasil nesta reflexão global.
O texto, em forma de depoimento, já está disponível no portal do Goethe-Institut: https://www.goethe.de/en/kul/ges/eu2/pco.html.


Crédito: site www.viniciusdemoraes.com.br

Tom e Vinícius, compositores de “Garota de Ipanema” – cancão que também está no Essa Música Tem História.

Malandragem

Quem ouve “Malandragem” jamais imagina que pudesse ser feita para outra intérprete, senão Cássia Eller. Mas, a letra de Cazuza com a melodia de Frejat era um presente para outra cantora com vozeirão: Angela Ro Ro, que acabou não gostando, na época, da música.
Ela só veio a cantá-la depois que o amigo, Cazuza, morreu. Hoje, após o falecimento da voz que transformou “Malandragem” num hino do rock nacional, Ângela disse que se sente impelida a cantar a canção toda vez que se apresenta. Aqui, https://www.youtube.com/watch?v=hb2hU8M_zLo, está um desses momentos. Para saber mais detalhes sobre essa história e também sobre a canção “Garota de Ipanema”, entre em Curitiba de Graça (www.curitibadegraca.com.br), na editoria Séries Especiais/Essa Música Tem História.


Crédito: Acervo

Dr. Gustavo Lenci Marques

As doenças cardíacas e o inverno

No último sábado, 20 de junho, iniciou o inverno. Segundo o Instituto Nacional de Cardiologia, órgão ligado ao Ministério da Saúde, os casos de infarto costumam aumentar em 30% neste período. Somado a isso, por causa da pandemia do novo coronavírus, a busca por atendimento médico diminuiu cerca de 70%, de acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia, contribuindo para o risco de fatalidades. “Percebemos que muitos pacientes têm demorado em procurar ajuda médica, chegando a nós em um estágio mais avançado da doença e muitas vezes, com mais complicações” alerta o cardiologista Dr. Gustavo Lenci Marques.
O cardiologista lembra que os cuidados devem ser maiores quando a pessoa tem hipertensão arterial, diabetes colesterol alto, obesidade ou outros fatores de risco que contribuem para o surgimento de doenças cardíacas. Mas, não é preciso ter medo do inverno. Basta seguir os cuidados necessários para evitar complicações.
O acompanhamento médico é fundamental, mesmo durante a pandemia, principalmente, para quem já tem doenças cardíacas e histórico familiar desses problemas. A prática de exercícios físicos não deve ser interrompida e pode ser feita em qualquer horário do dia, de acordo com a rotina do paciente. “Não existe um horário melhor para realizar atividades físicas, o importante é a regularidade”, orienta.


Reprodução da capa do livro

Pequeno Manual Antirracista

No momento em que em vários locais do mundo ocorrem protestos antirraciais, o Curitiba de Graça separou sugestões de livros sobre o tema. O primeiro é o que ocupa o topo dos mais vendidos no site da Amazon: “Pequeno Manual Antirracista”, de Djamila Ribeiro.
Em onze capítulos curtos e contundentes, a autora, a filósofa e ativista, Djamila Ribeiro, apresenta caminhos de reflexão para aqueles que queiram aprofundar sua percepção sobre discriminações racistas estruturais e assumir a responsabilidade pela transformação do estado das coisas.
No Curitiba de Graça, na editoria “De tudo um pouco”, você encontra outras dicas de livros antirracistas e obras, inclusive, que se transformaram em filme.


Reprodução da capa do Grande Sertão: Veredas

Maiores romances da humanidade

O professor de Língua Portuguesa e Literatura, Idelber Avelar reuniu os 200 romances mais importantes da literatura mundial, inclusive listando os links dos ebooks ou PDFs dessas obras. Entre eles, clássicos da literatura brasileira, como Dom Casmurro, de Machado de Assis, Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa, Perto do Coração Selvagem, de Clarice Lispector.
Para chegar na lista dos 200 maiores romances da literatura ocidental, o professor se baseou em alguns critérios: realização estética, influência (legado no cânone) e importância (que pode não ser redutível nem à qualidade nem à influência). Confira detalhes na editoria “De tudo um pouco” no www.curitibadegraca.com.br


Reprodução capa do CD, com ilustração do chargista Ademir Paixão

Novo álbum da Blindagem

A Banda Blindagem acaba de lançar seu mais novo álbum: o CD “Rock Pinhão”, com músicas de autores paranaenses, como Nhô Belarmino e Nhá Gabriela, João Lopes, Tatara, Lápis e outros músicos do cenário paranaense.
O CD já está disponível para compra na plataforma digital www.selovirtual.com.br, a partir de 15 reais.
Confira também o teaser de lançamento, que serve também para divulgar o canal do YouTube da Banda: https://curitibadegraca.com.br/blindagem-lanca-novo-album/


Cartaz do filme premiado “Piedade”.

Espaço de Cinema Itaú

Vai até o dia 29 de junho, a mostra on-line do Espaço de Cinema Itaú, com 19 filmes inéditos. São produções realizadas entre os anos de 2018 e 2020, sendo 11 nacionais e oito estrangeiras.
Para assistir a um dos títulos disponíveis, é preciso acessar o site www.itaucinemas.com.br e comprar o ingresso virtual a R$ 10 por filme, que ficará disponível on-line por 48h. Da quantia arrecadada com o Festival de Inéditos, 20% será destinada à APRO (Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais).
Entre os filmes, o brasileiro “Piedade”, premiado no Festival de Brasília 2019, com Prêmio Especial do Júri, Melhor Ator Coadjuvante para Cauã Reymond e melhor direção de arte.
Confira a programação completa no Curitiba de Graça.


Curitiba na Lente – Adriane Schmidt Borgia

Os detalhes das paisagens – do urbano ao rural – ganham uma delicadeza singular nos cliques da jornalista e fotógrafa, Adriane Schimdt Borgia.
Confira o ensaio completo em www.curitibadegraca.com.br, na editoria Colunistas/Curitiba na Lente.
Se você é fotógrafo e quer participar da coluna, basta entrar em contato pelo: kris@curitibadegraca.com.br ou jornalismo@curitibadegraca.com.br

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES