Publicidade
Transporte público

Curitiba registra dois arrastões em ônibus por dia

O número de arrastões nos ônibus de Curitiba caiu 38,4% o primeiro trimestre, passando de 606 em igual período de 2018, para 373 neste ano. Os dados são de um levantamento feito pela Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná (Sesp-PR). Apesar disso, são registrados, em média, dois arrastões por dia na cidade, segundo a secretaria.

O trecho com mais arrastões é entre o Sítio Cercado e o Boqueirão, segundo o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc). "Seria injusto eu dizer que o patamar continua igual há um ano, o que não é verdade. Eu venho pedindo há muito tempo uma delegacia especializada para o transporte coletivo, para a segurança do próprio passageiro e dos operadores. Isso talvez diminuísse ainda mais os números", afirmou o diretor do Sindimoc Ari Dario Pereira.

Por meio de nota, a Sesp informou que o transporte coletivo recebe o policiamento do 1º Comando da PM. Ressaltou ainda a importância de registrar o boletim de ocorrência, que é fundamental no combate à criminalidade, pois se não há registros, os crimes não aparecem nas estatísticas. Em relação à sugestão do Sindimoc sobre criar uma delegacia especializada, a Sesp não se manifestou.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES