Publicidade
Educação

Curitiba tem novas regras para inibir o transporte escolar pirata na Capital

Curitiba tem uma nova regulamentação para a melhoria do transporte escolar na cidade. O prefeito Rafael Greca sancionou, nesta segunda-feira (24), a Lei 15.460 que atualiza as regras do serviço de transporte escolar. O projeto de lei proposto pelo vereador Jairo Marcelino, e sancionado pelo Executivo, visa a inibir o transporte clandestino ou por pessoas inabilitadas e foi construído em conjunto com os prestadores do serviço. De acordo com o sindicato dos Operadores de Transporte Escolar em Curitiba (Sindotec), existem cerca de 450 operadores autônomos de vans atuando na cidade. Por dia, em média, são transportados cerca de 18 mil estudantes em Curitiba.

Além do adesivo, que tem a data de validade da vistoria dosw veículos (seis meses), os usuários do serviço devem exigir dos responsáveis pelo transporte o Certificado Cadastral do Condutor. A relação dos prestadores de transporte escolar licenciados pela Urbs pode ser consultada pelo site www.urbs.curitiba.pr.gov.br

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES