Gente de Bem

Cursinho solidário abre vagas, com aulas em modelo híbrido

Curso solidário ajuda a estudantes carentes a passar no vestibular
Curso solidário ajuda a estudantes carentes a passar no vestibular (Foto: Franklin de Freitas)

O Cursinho Solidário está com processo seletivo aberto em Curitiba, com as inscrições encerrando no próximo domingo. Com previsão de início das aulas no dia 15 de março, a instituição está ofertando 400 vagas para a modalidade extensiva (aulas durante todo o ano). Ao menos num primeiro momento, as aulas seguirão acontecendo virtualmente. Quando forem retomadas as aulas presenciais, elas serão realizadas na sede Batel do Curso Positivo, em modelo híbrido (alunos revezando entre atividades presenciais e remotas).

Podem participar do seletivo pessoas de baixa renda (até um salário mínimo e meio por pessoa da família) e que tenham cursado todo o Ensino Médio em escola pública ou com bolsa integral em instituição particular. As inscrições estão acontecendo exclusivamente pelo site do Cursinho, com um custo de R$ 65.

Os interessados terão de passar por três fases durante o processo seletivo. Após o pagamento e deferimento da inscrição, o participante será convocado para a primeira, que é a de redação, realizada remotamente. Os candidatos aprovados irão para a segunda fase, também remota, que é composta pela avaliação socioeconômica através de questionário, análise dos documentos comprobatórios e entrevista.

A avaliação socioeconômica, junto com a média da primeira fase, dará a classificação final dos candidatos, sendo que a relação de aprovados será divulgada no dia 19 de fevereiro, com aulas, por enquanto remotas, iniciando em março. Quando voltarem a ser presenciais, as aulas serão no Curso Positivo na Avenida Sete de Setembro.

Além das matérias da base curricular comum, os candidatos aprovados também terão aulas de redação e duas opções de língua estrangeira, visando uma preparação completa para os principais vestibulares do país.

Para mais informações, confira o edital completo no site do Cursinho (www. cursinhosolidario.org.br)

Pandemia afeta procura pelos estudantes

Idealizado e coordenado pela ONG Formação Solidária, o cursinho existe há 15 anos e já aprovou mais de 1,3 mil alunos em diversas universidades pelo país. O projeto conta com a parceria do Sistema Positivo de Ensino e do Curso Positivo.

Neste ano, porém, a procura por parte dos alunos tem sido bem abaixo do normal, devido à pandemia do novo coronavírus. Dessa forma, se o número de inscrições não começar a subir, há o risco de o projeto não acontecer em 2021, conforme Elias Bonfim, idealizador do Cursinho Solidário.

“Sem alunos, deixamos de ser necessários. Só existimos há tanto tempo porque os estudantes contam com nosso apoio e nosso desejo é diminuir os obstáculos, mesmo no período de pandemia”, destaca.

SERVIÇO
Processo seletivo do Cursinho Solidário
O que é: Criado há 15 anos, o Cursinho Solidário prepara alunos de baixa renda para os principais vestibulares do país, tendo aprovado mais de 1,3 mil estudantes em processos seletivos. Para este ano, estão sendo ofertadas 400 vagas à comunidade.
Quando: As inscrições vão até o próximo domingo, 14 de fevereiro
Quem pode participar: O interessado deverá atender os seguintes requisitos: ter renda comprovada de um salário mínimo e meio por pessoa da família e ter estudado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas ou bolsa integral em escolas particulares.
Valor da inscrição: R$ 65
Como se inscrever: por meio do site cursinhosolidario.org.br
Mais informações: (41) 98843-6682 ou https://www.facebook.com/CursinhoSolidario