Publicidade
Economia

Depois de dia no vermelho, Bolsas se recuperam e Ibovespa sobe quase 2%

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As principais Bolsas mundiais voltaram para o campo positivo nesta quinta-feira (12) depois de um dia de perdas causadas pelo agravamento da guerra comercial entre Estados Unidos e China.

A melhora no cenário ocorre mesmo sem o arrefecimento das disputas: Pequim acusou os americanos de serem erráticos e unilaterais e pediu união global contra as tarifas impostas ao país.

O Ibovespa subiu 1,96%, a 75.856 pontos. O volume financeiro totalizou R$ 9,77 bilhões, novamente abaixo da média do ano, de R$ 11,7 bilhões.

Os preços das matérias-primas, como minério e petróleo, tiveram forte alta nesta quinta, ajudando as empresas ligadas a esses setores. As ações da Petrobras subiram mais de 3%, assim como os papéis da Vale.

O setor bancário também apresentou bom desempenho, ajudando a sustentar a alta do índice brasileiro. O Credit Suisse divulgou prévia para os resultados do segundo trimestre dos bancos, afirmando que espera números de modo geral bons para o período. As informações do período começam a ser divulgadas em 25 de julho.

Já o dólar fechou o dia perto da estabilidade, a R$ 3,885, após ter saltado mais de 2% na véspera. Ante outras moedas, o desempenho da divisa americana foi misto. De 24 emergentes, o dólar avançou sobre 10.

 

DESTAQUES DOS EDITORES