Publicidade
Plenário

Deputado expõe crise entre base do governo na Assembleia e chefe da Casa Civil

Artagão Jr: "Ou remamos para o mesmo lado ou deixamos de acreditar no projeto"
Artagão Jr: "Ou remamos para o mesmo lado ou deixamos de acreditar no projeto" (Foto: Sandro Nascimento/Alep)

O deputado estadual Artagão Júnior (PSB) fez um desabafo na sessão de hoje da Assembleia Legislativa e expôs a crise entre a base do governo na Casa e o chefe da Casa Civil, Guto Silva (PSD). Artagão Jr acusou o secretário de “não remar para o mesmo lado”, por não prestigiar os parlamentares da bancada governista e não cumprir acordos.

“Eu tenho a obrigação de vir à tribuna nesta tarde porque realmente estou preocupado. Eu vejo na pessoa do líder do governo um deputado guerreiro, disponível, que tenta de todas as formar construir um bom caminho. Vejo no vice-líder, em diversos deputados uma disposição quase que incomum no sentido de fazer a construção daquilo que desejamos para o Paraná. Mas me parece que apesar desse esforço, tem gente que insiste em desconstruir, em não remar para o mesmo lado”, disse o parlamentar.

Artagão Jr deu a entender, ainda, que a falta de habilidade política do chefe da Casa Civil já vem desde o início da atual administração. “É muito complicado quando um deputado no quinto mandato vê isso um mês, dois meses, três meses, quatro meses, cinco meses, seis meses e vai guardando. Apesar da disposição pessoal de também remar para o mesmo lado”, afirmou.

O deputado reclamou de ter sido avisado de evento do governo em cima da hora pela secretaria. “Você receber uma ligação 3h30 da tarde para um evento às 10 horas da manhã é a mesma coisa que dizer que não quer que você vá”, contou. “Com todo o respeito ao governador Ratinho Jr por quem torço e vou continuar com disposição de ajudar. Mas se ele não botar ordem na casa as coisas vão continuar complicadas como estão”, cobrou Artagão Jr.

“Se o chefe da Casa Civil chama um deputado para conversar e combina com o deputado determinadas situações No outro dia ele vai na secretaria e diz que aquilo que foi combinado com o chefe da Casa Civil não tem encaminhamento a ser feito significa que alguma coisa está errada”, apontou ele. “Isso é o que está acontecendo aqui. E a minha palavra hoje aqui é talvez a palavra e o desejo da grande maioria dos deputados que talvez não tiveram a coragem ou talvez tenham mais paciência que esse parlamentar em falar. Ou remamos para o mesmo lado ou deixamos de acreditar no projeto”, afirmou o parlamentar.

Artagão Jr disse continuar considerando que Ratinho Jr “tem todas as condições de fazer um excelente governo”, mas alertou o chefe do Executivo. “Mas correções de rumo precisam ser feitas. E sobretudo os deputados precisam ser respeitados, prestigiados, ou se não, o governo não encontrará nessa Casa o prestígio que necessita”, avisou ele.

Leia mais no blog Política em Debate

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES