Publicidade

Despesas Dedutíveis para o IR 2020

Em tempos de crise, como estamos vivendo, é importante entendermos o que podemos utilizar para a dedução da base de cálculo do Imposto de Renda.

Para este ano, ainda é possível utilizarmos despesas médicas, dependentes, educação, como formas de deduzir a base de cálculo para dedução do Imposto de Renda devido.

Muito se falou ao longo do ano de 2019, que essas deduções não seriam mais permitidas devendo, o contribuinte, ser tributado com um Imposto de Renda mais elevado. A única novidade que realmente aconteceu, em se tratando de dedução da base de cálculo, foi a exclusão do recolhimento do INSS do empregado doméstico. Assim, esse INSS não pode mais ser abatido da base de cálculo.

As despesas médicas e de planos de saúde podem ser abatidas no total de cem por cento na base de cálculo. Isso significa que todas as despesas médicas, odontológicas, hospitais, psicólogos, etc, podem ser utilizados para abatimento total, tanto do contribuinte como de seus dependentes. O que se deve observar é que se essas despesas forem bastante elevadas é possível que o contribuinte deva, no futuro, ficar em malha fina e apresentar os documentos à Receita Federal para verificação da idoneidade desses.

Nas despesas de educação já não é possível utilizar o total das despesas, sendo o valor limitado a R$ 3.561,50 por dependente. Dessa maneira, quem gastou ao longo do ano mais do que esse valor com despesas, com educação, somente poderá utilizar deste valor. Em despesas com educação, somente valem educação formal, não permitindo abater cursos como inglês, etc.

Celso Oliveira, contabilista, professor da Estácio Curitiba e da FAE Centro Universitário

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES