Assine e navegue sem anúncios [+]

Direcional tem lucro líquido de R$ 34 mi no 2º trimestre, crescimento de 31%

A Direcional Engenharia, incorporadora que produz imóveis residenciais de médio e alto padrão, Minha Casa Minha Vida (MCMV) e imóveis comerciais, registrou lucro líquido de R$ 33,8 milhões no segundo trimestre de 2020, alta de 30,9% na comparação com o mesmo período de 2019, de R$ 25,8 milhões. Na comparação com o primeiro trimestre deste ano, o lucro líquido teve evolução de 237,2%.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado, excluindo os juros capitalizados de financiamento à produção, cresceu 19,8% no segundo trimestre de 2020, a R$ 70,1 milhões, se comparado com o período entre abril e junho de 2019. A margem Ebitda no trimestre foi de 17,2%, crescimento de 1,5 ponto porcentual ante 2019.

No trimestre, a receita operacional líquida atingiu R$ 408,4 milhões, crescimento de 9,1% em relação a 2019. No acumulado do ano, soma R$ 700 milhões, redução de 3% quando comparado ao primeiro semestre de 2019. A empresa comenta que o número deve-se ao menor volume de receita oriunda da prestação de serviços, que caiu 79% na comparação trimestral, a R$ 12 milhões.

No segundo trimestre, a Direcional lançou seis empreendimentos/etapas que totalizaram VGV de R$ 351 milhões, representando queda de 38% na comparação anual, mas crescimento de 151% em relação ao trimestre imediatamente anterior. "Importante ressaltar que houve concentração de lançamentos no último mês do trimestre, resultado em um baixo volume de venda de lançamentos", diz a empresa.

A velocidade de vendas líquidas do trimestre, medida pelo indicador VSO (Vendas Líquidas sobre Oferta), atingiu índice de 16%. A Direcional destaca que a VSO de lançamentos ficou em 5%, tendo sido impactada pela concentração de lançamentos no final do trimestre. Já a VSO de estoque atingiu índice de 17%. A VSO do segmento MCMV 2 e 3 alcançou 17%. A VSO de estoque do MCMV atingiu 20% no trimestre.

Os distratos ficaram em R$ 68 milhões no trimestre, queda de 16% na comparação anual, representando 14,5% das vendas brutas do trimestre, redução de cinco pontos percentuais quando comparado com o mesmo período de 2019.

O resultado financeiro recuou 87% na comparação trimestral, a R$ 1,393 milhão, ante R$ 10,7 milhões apurados um ano antes. A dívida líquida ajustada da Direcional somou R$ 32,9 milhões no trimestre, queda de 59,3% na comparação com 2019, com alavancagem de 2,6% na comparação entre o indicador e o patrimônio líquido.

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK