Tendências

Duas mulheres se unem e criam a Mari Donas

Apostando na onda de crescimento do número de pessoas, principalmente mulheres, que moram sozinhas, duas empreendedoras resolveram criar uma empresa diferente para prestar serviços de reparos e reformas residenciais em Curitiba e Região Metropolitana. As mulheres estão cada vez mais ocupando postos de trabalho, antes ocupados apenas por homens, tanto que o nicho de reformas e reparos, dos chamados Maridos de Aluguel, tem agora uma concorrente da ala feminina.

Idealizada pelas empreendedoras Maria Augusta Brandt e Melany Sue, a Mari Donas tem a proposta de atender, principalmente, pessoas que sentem medo de sofrer preconceito e violência ao receber prestadores de serviços em casa. Com atuação residencial e comercial, a empresa — cujo nome brinca com o conceito de marido de aluguel — realiza reparos e reformas nas áreas de hidráulica, elétrica, pintura, revestimento cerâmico e instalações em geral.

A motivação para abrirmos o negócio veio das nossas próprias experiências - muitas vezes ruins. A partir daí, identificamos uma carência no mercado: prestadores de serviços com conhecimento técnico e que ofereçam um atendimento com empatia, conta Maria Augusta.

Ela conta que, como são mulheres sabem que o sentimento de insegurança é recorrente nessas situações. Por isso, nosso intuito é oferecer uma alternativa para diversas pessoas, como os públicos feminino, LGBT e idosos. Queremos mostrar que todos merecem ser tratados com dignidade e educação, explica Maria Augusta.

Para Melany, o mais importante é aliar a excelência ao bom atendimento. Prestar um bom serviço é fundamental. Para isso, apostamos na qualidade técnica, mas com acolhimento e cuidado, respeitando a individualidade e as necessidades de cada cliente.

A fim de atender a demanda, a empresa pretende aumentar a equipe até o final deste ano e desenvolver cursos rápidos de manutenção. Para que esse crescimento aconteça, acreditamos muito na formalização, desde o envio do orçamento até a redação do contrato de prestação de serviços, afirma Maria Augusta.



Atelier teve o espaço remodelado para a artista

 

PINTURA E DIVISÃO DE ESPAÇO
Quem já contratou a empresa, aprovou. A pintura do atelier da empresária Susy Gaspar de Andrade foi feita pela dupla em janeiro. As paredes tinham uma pintura antiga e eu queria algo personalizado. Elas fizeram uma combinação de cores ótima e uma divisão visual muito boa. O trabalho ficou perfeito. Anteriormente, já tive problemas com outros prestadores de serviços. Por isso, achei a proposta criativa e necessária, conta.

A filha da empresária, Mayra Pedroso, foi quem indicou o serviço para a mãe. Tudo ocorreu perfeitamente, desde a contratação até a entrega do serviço. Orçamento rápido, pontualidade, capricho no trabalho e entrega no prazo. Dois dias depois, elas voltaram ao atelier para conferir se não havia nenhuma mancha na secagem da tinta, se estava tudo em ordem e se estávamos satisfeitas, comenta Mayra.