Publicidade
Esportes

Em busca de paz no São Paulo, Cueva pode atingir marca especial na carreira

BRUNO GROSSI SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O início do ano tem sido conturbado para Christian Cueva no São Paulo. Mas entre polêmicas e casos de indisciplina, o meia pode, nesta temporada, alcançar um feito individual marcante. Se o peruano marcar mais três gols, o time do Morumbi será o clube com mais gols na carreira do camisa 10. O posto atualmente é do Universidad San Martín, de Lima, que o revelou para o futebol profissional há uma década. Cueva marcou 20 vezes com a camisa do San Martín em 130 partidas, entre 2008 e 2012. No São Paulo desde junho de 2016, ele já soma 18 gols, mas em 74 atuações -esse número de jogos, inclusive, é o segundo maior da carreira do armador. Em média, o peruano faz um gol a cada quatro partidas pelo Tricolor. Neste ano, porém, ele conseguiu balançar as redes uma vez em três jogos, sendo apenas uma como titular. Se esse novo ritmo for mantido, o São Paulo também pode ser o melhor clube de Cueva em média de gols. O índice mais alto pertence ao Alianza Lima, exatamente com um gol a cada três compromissos. Na carreira, incluindo números da seleção peruana, Cueva tem 63 gols. Ou seja, a marca pelo São Paulo representa quase um terço do que o meia alcançou em dez anos como profissional. O camisa 10 será titular do Tricolor pela segunda vez no ano nesta quinta-feira, às 21h30 (horário de Brasília), contra o CSA, em Maceió. A partida é válida pela segunda fase da Copa do Brasil e Cueva tem uma característica que pode ajudar a equipe de Dorival Júnior. Qualquer empate faz com que a vaga na terceira fase seja decidida nos pênaltis e o peruano tem mostrado aproveitamento que beira a perfeição nos treinamentos. E com grande repertório. Cavadinha, paradinha, esperando o goleiro pular ou buscando o canto com força, como fez no único gol de 2018, marcado diante do Botafogo.
Publicidade

DESTAQUES DOS EDITORES