Esquiva Falcão cobra Top Rank e exige luta com Murata: 'É um campeão de mentira'

O brasileiro Esquiva Falcão usou as redes sociais para cobrar da Top Rank uma luta contra o japonês Ryota Murata pelo título mundial dos médios da Associação Mundial de Boxe (AMB). O asiático derrotou o norte-americano Rob Brant, nesta sexta-feira, em Osaka, no Japão, e recuperou o cinturão perdido em outubro do ano passado diante do mesmo adversário.

"A Top Rank tem que fazer essa luta, até porque eles prometeram e não é de hoje, faz tempo", disse o brasileiro, via Twitter. "Toda vez que o Murata perde ele leva a luta para o Japão", continuou Esquiva, criticando o adversário, que o derrotou, de forma polêmica, na final da Olimpíada de Londres, em 2012.

"Ele é um campeão de mentira, não tem boxe para me vencer. Brant perdeu porque usou a tática errada", disse Esquiva, que aceita até lutar no Japão. "Eu sei lutar com o Murata. Ele tem força apenas. Eu lutei com Murata duas vezes. A primeira ele ganhou e a segunda roubaram para ele. O Murata sabe que se ele perder para mim o Japão vai acabar com ele, vai ver que ele é um campeão de mentira".

Depois da vitória sobre Brant, Murata disse que queria enfrentar o mexicano Saúl Canelo Álvarez ou o casaque Gennady GGG Golovkin. O empresário Bob Arum afirmou que o japonês estava "pronto" para o pugilista do México.

Esquiva luta na próxima sexta-feira (dia 19), em Maryland, nos Estados Unidos, contra o mexicano Jesus Antonio Gutierrez. Será a 24.ª luta do medalhista de prata olímpico como profissional. Ele soma 15 triunfos por nocaute.