Publicidade
FIM DE ANO

Estável, mercado de estágios tem boas oferta de vagas

A taxa de desemprego no Brasil fechou o primeiro semestre em 12,4%. O índice caiu em comparação ao trimestre anterior e também em relação ao mesmo período do ano passado, quando era de 13%. Mas, ainda assim, a crise do emprego afeta 13 milhões de brasileiros atualmente, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). E não é novidade que, entre o grupo, a faixa etária mais prejudicada é composta, justamente, pela mão de obra mais jovem da população.
No entanto, como a maioria ainda está em formação, o estágio, programa de aprendizado voltado justamente para o estudante, tem sido usado como alternativa para driblar os tempos difíceis e, também, como ferramenta para não ficar à margem do mercado. Além de retomar a estabilidade das vagas, a modalidade apresenta projeções positivas para o segundo semestre e ainda registra um crescimento contínuo no histórico de inscrições.
Aumento de vagas de estágio e projeções futuras
Com a vantagem de ser voltado especificamente para estudantes e não exigir experiência prévia, o programa de estágio tem sido a principal saída para os jovens enfrentarem o momento turbulento do mercado de trabalho. E, embora a modalidade também tenha sofrido perdas com a crise do emprego, os números apontam que a abertura de novas vagas já supera os postos fechados em decorrência da recessão. E não para por aí, pois, segundo especialistas do setor, a expectativa ainda é de crescimento até o final do ano.
De acordo com dados da Companhia de Estágios, – consultoria e assessoria especializada em programas de estágio e trainee – o ano começou de forma positiva, no primeiro semestre de 2018 o número de vagas foi 34% maior em comparação com o mesmo período do ano passado. Essas vagas, ofertadas nos primeiros seis meses, já representam quase 60% do volume oferecido em 2017, e as previsões são favoráveis que esse índice siga em crescimento neste semestre.
Procura acentuada
Segundo Tiago Mavichian, diretor da recrutadora, esse cenário animador indica mais do que uma recuperação, já é possível notar uma estabilidade no setor: “Diferente do mercado celetista, que ainda caminha a passos lentos, as vagas de estágio seguem estáveis e com projeções positivas, o que tem atraído cada vez mais estudantes e tornado a disputa bem acirrada. Para se ter ideia, o número de inscritos, somente no primeiro semestre de 2018, já corresponde a 55% do total de candidatos do ano passado, levando a crer que teremos um novo recorde de inscrições em 2018” – afirma o especialista.
Com a retomada dos postos, houve uma queda de 15% na proporção de candidatos por vaga no primeiro semestre, mesmo diante do aumento no número de inscritos – mais de 110 mil candidatos somente na primeira etapa do ano. Tal cenário ajudou a reduzir o nível de concorrência. Na prática, o estudante que se candidatou entre janeiro e junho desse ano, enfrentou cerca de 10 candidatos a menos do que aquele que participou dos processos seletivos no mesmo período de 2017. O que é uma ótima notícia para o jovem que busca uma oportunidade, no entanto, engana-se quem acredita que o caminho até a vaga está mais brando. Pelo contrário, é importante ficar atento, pois os recrutadores estão ainda mais exigentes durante a seleção.

 


Cinco passos para garantir a vaga de estágio

1. Conheça as competências valorizadas
Algumas competências comportamentais devem ser mais valorizadas para conseguir estágio. Adaptabilidade e flexibilidade, por exemplo, são importantes porque demonstram dedicação e aceitação de novas atividades.Boa comunicação, tanto verbal quanto escrita, também vale muito.
Capacidade de trabalhar em equipe é outra característica muito bem vista porque demonstra habilidade de se relacionar positivamente com o grupo de trabalho. 

2. Acerte o português
Sabe onde os estudantes mais erram na hora da seleção para estágio? No português, especialmente na comunicação escrita. Cerca de 40% dos candidatos são eliminados logo na primeira etapa porque vão muito mal tanto no ditado quanto na redação.
A dica para melhorar a escrita é ler e escrever muito para absorver vocabulário. Já para melhorar a comunicação oral e a expressão corporal, a recomendação é treinar em frente ao espelho. 

3. Tenha experiências válidas
Quase ninguém tem experiência profissional para relatar quando se candidata a uma vaga de estágio, o que é muito natural, já que a maioria dos candidatos está exatamente iniciando a sua carreira. Mas valem as experiências de um trabalho em grupo na faculdade, uma atividade extracurricular ou até a participação em palestras, feiras e eventos voltados a sua profissão. 

4. Defina o foco
Outro ponto essencial para conseguir estágio dos seus sonhos é buscar oportunidades que estejam alinhadas ao perfil pessoal do candidato. É importante manter o foco em algumas empresas nas quais se deseja trabalhar.

5. Estude a empresa
Quando for chamado para uma entrevista, estude um pouco da cultura e do ramo de atuação da empresa. 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES