Curitiba Cult

Eventos culturais em formato presencial e virtual para a semana

(Foto: Divulgação)

Atrações para o Carnaval estão entre as dicas

Neste início de mês novos espaços reabriram para o público em Curitiba. Entre eles, os cinemas dos shoppings (foto). Salas de exposição de museus também voltaram a receber a população. É necessário curtir o protocolo sanitário, como o uso de máscaras e observar o limite máximo de pessoas ao mesmo tempo no local. Para quem prefere ficar em casa, há ainda muita opção de qualidade on-line.

Boa leitura! 


MuMa e SOMA com novas exposições

Divulgação

“Para continuar navegando” está em cartaz no MuMa

Uma exposição de arte digital em que o observador é também observado. Assim é “Para Continuar Navegando”, dos artistas Fabiana Caldart e Felipe Gomes, que marca a reabertura ao público do Museu Municipal de Arte (MuMA) e fica em cartaz até o dia 31 de março. Planejada para ser uma reflexão sobre a forma como as pessoas usam os recursos tecnológicos do mundo virtual, “Para Continuar Navegando” consiste nas instalações “Li e Concordo”, “Não Li e Concordo” e um vídeo publicitário que faz pensar sobre como as pessoas avaliam a relevância dos conteúdos a que estão expostas por intermédio desses recursos tecnológicos.

O título da mostra tem duplo sentido. Ao mesmo tempo em que remete à assinatura digital dos termos de aceite exigidos no mundo virtual, muitas vezes assinados sem a leitura prévia, refere-se à forma como o público entra no espaço da mostra. Sem se dar conta, ele aceita fazer parte da exposição quando está chegando ao museu e tem sua imagem registrada por uma câmera. A armadilha sutil é percebida somente quando se vê no telão da Sala de Arte Digital do Museu Municipal de Arte (MuMA).

A entrada é gratuita mas, limitada ao número de 35 pessoas ao mesmo tempo. O horário de funcionamento é das 10h às 19h, de terça a domingo. O MuMA está localizado dentro do Portão Cultural, na Avenida República Argentina, 3432 – ao lado do Terminal do Portão.

Outra exposição que requer reflexão é a “Vende-se Arte”, do artista carioca Renato Ranquine, que está em cartaz até 15 de fevereiro, na SOMA Galeria. O artista faz uso da linguagem visual do mercado popular para aproximá-la do mercado de arte. A exposição é um trabalho provocativo, irônico e crítico, em que a frase “Compre arte” é vista em painéis de led, camisetas com estampas de baixa qualidade, adesivos, banners, entre outros suportes para imagens reprodutíveis.

Muitas obras são feitas com materiais de baixo custo, além de terem cores chamativas e certo excesso visual, com a intenção, explica o artista, de reproduzir a atmosfera de grandes centros de comércio popular, como a Rua 25 de Março, em São Paulo, ou o Saara (Sociedade de Amigos das Adjacências da Rua da Alfândega), no Rio de Janeiro.

O horário de visitação é das 14h às 18h, de terça a sábado. A entrada é gratuita. A SOMA Galeria fica na Rua São Francisco, 179 (dentro do multiespaço SFco179) – Centro. Mais informações pelo e-mail somagaleria@gmail.com ou no Instagram. 


Museu Ferroviário e Expresso Estação

Divulgação

Espaços funcionam no Shopping Estação

O Museu Ferroviário e o Expresso Estação, atrações do Shopping Estação, reabriram ao público neste mês. No museu, localizado no piso L1, o mesmo prédio em que era a antiga Estação Ferroviária de Curitiba, inaugurada em 1885, o público tem acesso a um acervo histórico que apresenta como era a capital paranaense no século 17 e aconteceu o seu desenvolvimento por causa da Estrada de Ferro Curitiba – Paranaguá. A entrada é gratuita e o horário de funcionamento é das 10h às 18h, de terça a sábado, e das 11h às 19h aos domingos.

Já o Expresso Estação, que fica próximo ao museu, é um trem que simula uma viagem interativa pela história dessa ferrovia que liga Curitiba a Paranaguá. Na atração, o trem “viaja sem sair de lugar” por um dos pontos turísticos mais famosos do Paraná: a Serra da Graciosa. No roteiro é mostrado cerca de cem anos da história da ferrovia, com narrativas sobre a região, riquezas da época, paisagens naturais, animais, trajeto e referências do trajeto, como a ponte São João e o Pico Marumbi. O local também tem entrada gratuita e funciona de terça a domingo, das 13h às 18h. 


A Revolta da Vacina

Crédito: Divulgação

Cartun publicado em 1904, durante a Revolta da Vacina. 

A situação do combate a Covid-19 no Brasil e a inabilidade do poder público em relação à imunização da população, agravados pelo negacionismo, trazem comparações inevitáveis com a Revolta da Vacina de 1904, quando o médico Oswaldo Cruz, então diretor geral de Saúde Pública, implementou campanhas e ações de vacinação para tentar acabar com um surto de varíola.

Esse capítulo de nossa história agora é novamente contado em um e-book gratuito do jornalista curitibano Eduardo Aguiar. “A Revolta da Vacina e o Negacionismo dos Positivistas”, publicado pela Zelig Digital, revela os bastidores políticos e ajuda a entender um pouco mais do contexto social que levou ao episódio. Para saber mais e baixar o e-book é só acessar: https://curitibadegraca.com.br/e-book-gratuito-de-jornalista-curitibano-reune-cartuns-e-reportagens-sobre-a-revolta-da-vacina/ 


Gabaon

A tradicional festa carnavalesca católica curitibana, Gabaon, promovido pela Renovação Carismática Católica da Arquidiocese de Curitiba, neste ano será no formato digital.

O evento ocorre nos dias 13 e 14 de fevereiro, com o tema “Coragem, eu venci o Mundo” – Jo 16,33. As transmissões acontecerão a partir das 8h, em ambos os dias, no https://www.youtube.com/channel/UCrj3AbOF1fj9dUwM_IBQP6g e https://www.facebook.com/gabaonctba/ e pela Rádio Canção Nova Curitiba. 


Carnaval Literário

Arquivo pessoal/Foto feita antes da pandemia

Paulo e Eliege são amigos há mais de vinte anos. 

Paulo Venturelli e Eliege Pepler são os convidados da nona edição de “Às vezes, aos domingos”, evento on-line mensal que neste mês ocorre no dia 14/02, a partir das 17h, no Instagram @eliegepepler.

Segundo Venturelli, esta edição de “Às vezes, aos domingos”, na data em que vai acontecer, é a literatura carnavalizando o próprio carnaval. “Já que não dá pra sair e festejar, é possível ir à tela ver/ouvir alguém falando, talvez trazendo um brinde à vida nestes tempos de morte. Carnaval é vida. Literatura é vida recriada”, comenta o professor aposentado da UFPR, autor de vários livros, entre eles “Três Contos (2020)”. 


CarnavArte

Crédito: Divulgação

Bailinho será animado pelo grupo Plantão Sorriso. 

Para realizar um resgate histórico, cultural e afetivo das raízes do carnaval no Brasil, o Sesc Londrina Cadeião Cultural realiza a sétima edição do CarnavARTE, uma série de atividades on-line para celebrar a data sem aglomerações.

Na tarde de sábado de carnaval (13/02), a partir das 16h, o público poderá acompanhar pelas redes sociais do Sesc PR o Bailinho do Plantão, com o grupo Plantão Sorriso. Será um espetáculo musical e de humor, formado por palhaças e palhaços profissionais, que já faz parte da programação oficial do carnaval londrinense.

No período de 24 a 27 de fevereiro, o público também poderá participar das oficinas on-line e ao vivo, via plataforma Microsoft Teams.

As inscrições para todas as oficinas são gratuitas e podem ser feitas pelo telefone (43) 3572-7700 ou pelo e-mail sac.ldacadeiao@sescpr.com.br. 


Cinema de rua e no sofá

Cartaz/Divulgação

Filme brasileiro tem apresentação gratuita por plataforma

Para quem estava com saudades das telonas, já há opções de espaços abertos em Curitiba. Os shoppings Cidade, Ventura, Curitiba, Pátio Batel, Jockey Plaza Shopping, Estação e Crystal já estão funcionando. Para ver a programação acesse:

www.cinesystem.com.br, www.cinepolis.com.br e www.itaucinemas.com.br.

O Cine Passeio, na Rua Riachuelo, também reabriu. Para saber mais sobre o protocolo sanitário, confira:https://curitibadegraca.com.br/cine-passeio-volta-a-ter-sessoes-presenciais-nesta-quinta-feira/

Mas, se você ainda prefere ficar em casa há várias opções. Como já falamos aqui, vai até o dia 14, o Japanese Film Festival – JFF Plus On-line, com exibição de 30 filmes japoneses, incluindo lançamentos, documentários e os famosos animes japoneses (saiba mais: https://curitibadegraca.com.br/cultura-pelo-brasil-festival-on-line-de-filmes-japoneses-estreia-em-fevereiro/). E na plataforma brasileira Filme Filme acabam de estrear três produções brasileiras que passaram pelos Festivais de Cannes, Rotterdam e Bogotá – uma delas tem exibição gratuita: é ”Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos”, dirigido por João Salaviza e Renée Nader.

 

Para conferir mais opções culturais, é só acessar: www.curitibadegraca.com.br . E se você está em dúvida se haverá feriado neste Carnaval, confira esta reportagem sobre o tema: https://curitibadegraca.com.br/afinal-vai-ter-feriado-de-carnaval-em-curitiba/.