Publicidade
Crime passional

Ex-marido mata ex-mulher por causa de partilha

Uma separação cconturbado pela divisão de bens terminou na morte de Claudia Mara Leite Madruga, 40. O ex-marido e ex-sócio, inconformado com a partilha, invadiu o Pet Shop de Claudia, localizado no bairro Vista Alegre, no bairro Mercês, em Curitiba, e a esfaqueou. O estabelecimento fica localizado na frente à Igreja do Bom Jesus, e quando Claudia foi encontrada, já morta, apresentava ferimentos feitos com arma branca no pescoço,

A polícia foi acionada inicialmente para atender uma situação de suicídio, mas horas após o crime, Glenio Rodrigues Madruga, 68, se apresentou na Delegacia de Homicídios (DH) e confessou a autoria do homicídio.

Quando chegamos ao Pet Shop de cara percebi que se tratava de um assassinato e não de um suicídio. Isso porque a cena do crime apontava que a vítima fora atacada por trás, ou seja, foi pega de surpresa. Ela usava fones de ouvido, possivelmente ouvia música quando foi abordada. Levantamos informações no local e logo a suspeita contra o ex-marido ficou evidente, disse à Banda B o delegado Cristiano Quintas da DH. O assassinato aconteceu na hora de almoço do funcionário de Cláudia, o que segundo o delegado, reforça a hipótese de que o marido premeditou a ação.

Antes mesmo de ir atrás de Madruga, os investigadores receberam um telefonema da delegacia informando que o suspeito havia se apresentado na companhia de um advogado. O delegado conta que, em seu depoimento, Madruga afirmou ter agido em legítima defesa.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES