Publicidade
PontoCom

Fábrica cria moto por impressão em 3D

A BigRep, empresa que é líder em impressão 3D industrial em larga escala, lançou um novo conceito de uma motocicleta para mostrar até que ponto o método inovador da marca pode ser usado na fabricação de veículos. Ela é chamada de Nera E-bike. Trata-se de uma motocicleta elétrica quase que totalmente impressa em 3D por meio de manufatura aditiva.
Os únicos componentes da motocicleta que não são impressos em 3D são os elétricos. A tecnologia é usada até nos pneus sem ar. O design futurista chama bastante a atenção. Uma das primeiras coisas a serem notadas é um grande espaço vazio onde geralmente vai o motor de uma motocicleta. Há um propulsor elétrico escondido na roda traseira. As baterias estão embutidas em sua carroceria minimalista.

Impressora
Nenhum número de desempenho ou alcance foi revelado sobre a Nera E-bike. Isso não chega a ser surpreendente, já que esse conceito foi feito apenas para demonstrar as possibilidades e a capacidade de produção da impressão 3D. O equipamento que a BigRep usa tem filamentos ProHT, ProFLEX, PETH e PLA com um bico de 0,6-1 mm a uma altura de camada de 0,4-0,6 mm. Apenas 15 peças diferentes foram impressas para fazer essa moto se unir. O peso total é de meros 60 quilos. São quase 50 kg a menos do que pesa um scooter pequeno

Energia solar
Informações recentes mostram que a Câmara dos Deputados está analisando a adesão do Brasil a uma aliança internacional que incentiva a adoção mundial da energia solar. O principal foco da aliança intergovernamental é reduzir o custo da energia solar e dos financiamentos para esta tecnologia, pois esses são os maiores obstáculos no momento. Em 2016, o acordo-quadro sobre a Aliança Solar Internacional (ASI) foi assinado. Atualmente, são 121 países com potencial solar envolvidos e localizados entre os trópicos de Câncer e de Capricórnio. Os integrantes da ASI são: índia, China, México, Nigéria, Argentina e Austrália. O lançamento da ASI aconteceu no ano de 2015, na Conferência do Clima, em Paris (COP 21), porém foi formalizada em 2016, em Nova Delhi, na Índia. A aliança tem como objetivo incentivar investimentos para a fonte de energia solar até 2030, movimentando mais de US$1 trilhão.

Bizarrices

Acessório – Guarda-chuva para dias sem chuva. A ideia é apenas compor um visual

DESTAQUES DOS EDITORES