Publicidade
São Paulo

Falha em radar da Aeronáutica compromete funcionamento de Congonhas

Falha em radar da Aeronáutica compromete funcionamento de Congonhas
Foto do Aeroporto de Congonhas, meramente ilustrativa (Foto: Reprodução/Infraero)

O Aeroporto de Congonhas ficou fechado na manhã desta sexta-feira (20) para pousos e decolagens, entre as 10h46 e as 11h32, segundo informações da Infraero, administradora do terminal. Houve uma falha no sistema de radar de São Paulo, sob responsabilidade da Aeronáutica, a qual orientou o fechamento do aeroporto durante o período, informou a Infraero.

A Aeronáutica informou que houve instabilidades no sinal do radar da Área de Controle Terminal de São Paulo (APP-SP) e que as causas estão sendo apuradas. O problema exigiu que ações de gerenciamento de fluxo de tráfego aéreo fossem tomadas.

“O Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA) adota, desde a madrugada desta sexta-feira (20/07), ações de contingenciamento de fluxo entre as aeronaves para pousos e decolagens na área de São Paulo (SP). As medidas também envolvem todos os voos que tenham a área de São Paulo como destino”, informou, em nota, a Aeronáutica.

Em Congonhas, entre 6h e 12h, havia 110 partidas programadas, das quais 21 atrasaram e duas foram canceladas. Apenas entre 11h e 12h, das 17 partidas programadas, 12 atrasaram, mas nenhuma foi cancelada.

O Aeroporto Internacional de São Paulo Governador André Franco Montoro, localizado na cidade de Guarulhos, apresentou também reflexos da falha no sistema de radar nesta manhã, mas não chegou a fechar para pousos e decolagens.

Segundo informações da concessionária GRU Airport, interrupções no sistema de radar ocorreram entre 23h15 e 0h24, 4h03 e 5h20 e 10h50 e 11h40. Neste momento, o aeroporto opera sem restrições.

Foram registrados hoje um total de 201 pousos e 177 decolagens. Até as 13h, o aeroporto recebeu 84 voos atrasados de outros aeroportos e oito chegadas foram canceladas.

No intervalo entre 0h e 13h, 86 partidas tiveram atrasos acima de 30 minutos e três foram canceladas. Apenas entre 12h e 13h, seis decolagens atrasaram.

DESTAQUES DOS EDITORES