Publicidade
Túnel do Tempo

Festival fará curitibanos ‘viajarem’ até a Idade Média

Evento trará culturas de toda a era medieval, do século IX ao século XV. Na Vila Viking, imersão completa
Festival fará curitibanos ‘viajarem’ até a Idade Média

Moradores de Curitiba e região metropolitana terão a oportunidade de fazer uma viagem no tempo em abril. É que no dia 21 a Chácara Refúgio do Vale,em Almirante Tamandaré, receberá a 2ª edição do Medieval Market, o Festival Medieval de Curitiba, que oferece ao público a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre como era a vida e também apresentar as diferentes culturas presentes na Idade Média, especialmente entre os séculos IX e XV.
De acordo com Luana Azevedo, uma das organizadoras do evento, a ideia de criar o Medieval Market surgiu a partir do trabalho realizado pelo grupo Hvit Bull, de reconstrução histórica e pesquisa da Era Viking. Para colocar em prática toda a vivência histórica, criaram o festival inspirados nos eventos realizados na Europa e na América do Norte, mercados já consolidados.
Agora estamos tentando começar isso por aqui, explica a publicitária de 28 anos. Hoje os eventos medievais do Brasil não tem nada de medieval, é mais voltado para fantasia, série, filme, beber muito e dançar. A nossa proposta é mais de ser um evento familiar, com pessoas de todas as idades para se conectarem com culturas que, para a maioria das pessoas, vem de seus ancestrais, complementa.
Gabriel Vezzani Cavada, estudante de arqueologia e outro organizador do evento, destaca que a ideia é ofertar ao público uma realidade imersiva, na qual os participantes realmente se sintarm vivendo em outro período. Para isso, o festival contará com diferentes cenários, com música e danças tradicionais, um teatro baseado nas peças de comédia da época, uma arena de combate e um banquete farto, com receitas e culinária da época, com muitos assados, carnes, legumes, pastas e caldos.
A grande atração, contudo, é a Vila Viking, um espaço inserido dentro do evento e que faz a reconstrução de um acampamento e mercado da Era Viking, num trabalho de arqueologia experimental. Ali, pesquisadores estarão vestidos conforme os escandinavos dos séculos IX ao XI, cozinhando as receitas originais na fogueira, fazendo artesanato e fornecendo ao público a vivência daqueles tempos.
A ideia é tu chegar lá e sentir que está em outro período. É um museu vivo, tentamos fazer total imersão. Não são pessoas encenando, mas vivendo aquilo, realmente, destaca Cavada.

Quem quiser participar tem que correr
Na primeira edição do Medieval Market, realizado em 13 de janeiro e chamado de Midsummer, a lotação foi máxima, com 400 pessoas (350 pagantes e 50 membros do staff) na Chácara Refúgio do Vale. Para a segunda edição, a expectativa é novamente de lotação máxima. Por isso, quem quiser participar deve comprar logo o seu ingresso pelo site http://www.medievalmarket.com.br.
O preço das entradas, que estão no 2º e último lote, é de R$ 125, já incluso estacionamento, comida e todas as atrações do evento – além disso, quem comprar o ingresso também irá ganhar uma caneca de chopp e vidro com a logo do evento. As vendas seguirão até o dia 5 de abril, mas é possível que os ingressos estejam esgotados antes dessa data, a exemplo do que já ocorrera no Midsummer.
Temos bastante acesso em nossa página no Facebook e no site. Temos venda todo dia, sendo que temos uma meta diária e chegamos a triplicar, até quadruplicar as vendas em relação a meta, dependendo do dia, afirma Luana Azevedo. Por isso, o recomendado é que os interessados comprem o ingresso o quanto antes, porque já vendemos boa parte das entradas.

Encontro viking e oficina de tamboresismo
Além do Festival de Outono, que será realizado na segunda quinzena de abril, o Medieval Market também realizará outros dois eventos ao longo de março. O primeiro deles, que acontecerá no dia 11 de março no Parque São Lourenço, a partir das 14 horas, será o terceiro encontro viking de Curitiba. O evento contará com a participação de expositores e artistas, tendo como atração principal o Torneio de Combate Viking.
O evento é gratuito, mas é muito importante que cada um leve seu kit de picnic, porque vikings sentem muita fome!, brinca o grupo na página do evento no Facebook.
Já o segundo evento, que ocorrerá no dia 17 de março, das 14 às 18 horas, será um workshop ministrado por Luana Azevedo e Gabriel Vezzani. Restrito a 10 participantes e com valor de R$ 250, a oficina de tambores xamânicos tem como objetivo proporcionar uma imersão no Xamanismo da Cultura Nórdica, entendendo sua origem, seus símbolos e ritos feitos pelo povo saami e sua influência nas sociedades da Era Viking até os dias atuais, além de estimular o trabalho artesanal .

Serviço
Para saber mais sobre essas atrações e acompanhar quais serão os próximos eventos do Medieval Market, basta acompanhar as postagens do grupo na página Medieval Market CWB (https://www.facebook.com/medievalmarketcwb/).

DESTAQUES DOS EDITORES