Rubro Negro

“Fico até o fim do Paranaense”, diz Geninho

O técnico Geninho afirmou ontem que ficará no Atlético pelo menos até o final do Campeonato Paranaense. Ele confirmou que recebeu proposta do Grêmio, com um salário maior que ganha no Atlético. “Existe o convite do Grêmio, mas é inviável minha saída no momento. Estou numa reta final de campeonato”, disse. “A proposta é muito acima do que eu ganho aqui”, declarou.
Geninho explicou quais são suas motivações para ficar no clube paranaense. “O que me faz permanecer no Atlético é o carinho que torcida tem por mim e a maneira como eu sou tratado em Curitiba, independente de torcida”, justificou. “Não tenho motivo nenhum para sair do Atlético, mas você sabe que o futebol é dinâmico. Hoje eu vivo uma situação aqui, mas até o final do campeonato pode ser outra situação”, comentou.  Para o treinador, a proposta do Grêmio tem um lado positivo. “Tem o lado bom da coisa, aquela vaidade de que alguma coisa que você está fazendo está sendo reconhecida”, comentou.
Geninho negou ainda que tenha conversado com Alex Mineiro, hoje no Grêmio, sobre a proposta do clube gaúcho. “Não falei com o Alex. Faz algum tempo que não falo com ele. Mas ele falou com uma pessoa amiga e comentou que não está vivendo um bom momento lá. E acha que seu eu for trabalhar lá voltaria a viver bons momentos”, explicou.
O presidente do Atlético, Marcos Malucelli, afirmou que espera que Geninho fique no clube até o final do contrato, em dezembro. “Não abrimos mão do Geninho. Queremos ele no mínimo até o final do ano”, declarou.
O dirigente também reclamou do assédio do Grêmio. “Não acredito que o Grêmio faça isso. Eles sabem que há muitos treinadores sem clube e o Geninho está no Atlético. Nós não admitimos que clubes fiquem especulando sobre isso. A gente espera que a ética esteja em primeiro lugar”, criticou.

Uruguaio
O técnico Geninho afirmou que está observando o atacante uruguaio Sebastián Balsas, 23 anos e 1,97 metro de altura. “É um jogador de área, de conclusão. Vou assistir o DVD com o jogo todo. Pedi o jogo inteiro, não apenas os melhores momentos”, disse o treinador. Balsas foi indicado ao Atlético por Matosas (ex-jogador do clube). Paulo Rink, diretor de relações internacionais do clube, observou o atacante e também aprovou. O uruguaio está no Racing, de Montevideu.

Rafael Moura
O atacante Rafael Moura será julgado hoje no Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR). Ele foi indiciado no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que se refere a “ato desleal” e prevê suspensão de um a três jogos. O jogador foi expulso contra o Iraty, em 1º de março, por trocar empurrões com jogador adversário. Se for punido, perderá a próxima rodada do campeonato estadual, domingo, contra o Nacional, na Arena. O julgamento de Rafael Moura pela expulsão no jogo em 22 de março, contra o Paranavaí, ainda não foi marcado.