Publicidade

Filme político do chinês Zhang Yimou é retirado do Festival de Berlim

BERLIM, ALEMANHA (FOLHAPRESS) - O filme "One Second", novo longa dirigido pelo chinês Zhang Yimou, foi retirado da competição principal do Festival de Berlim, mostra de cinema em que faria a sua estreia mundial. A informação, que começou a circular no Weibo, a versão chinesa do Twitter, foi confirmada pela revista Variety.

Segundo a publicação americana, especula-se que a sua retirada tenha a ver com questões políticas. Isso porque a obra de Zhang se passa durante o período da Revolução Cultural, época conturbada e marcada pela violência e vista como um tabu na história do Partido Comunista, que governa o país até hoje.

O longa concorreria ao Urso de Ouro, o prestigioso prêmio principal do evento. 

Uma semana atrás, outro título chinês, "Better Days" foi misteriosamente retirado da programação do festival alemão. A trama do longa de Derek Kwok-cheung Tsang é descrita como um "melodrama que trata das forças políticas e sociais da China atual e como elas mexem com dois indivíduos".

A justificativa oficial no caso de "Better Days" foi que faltavam autorizações oficiais, emitidas pelo governo chinês, para que o filme saísse do país. O Festival de Berlim não explicou o motivo por trás da retirada de "One Second".

*O jornalista se hospeda a convite do Festival de Berlim

DESTAQUES DOS EDITORES