Publicidade
Economia

Fitch mantém nota do Brasil em grau especulativo, com perspectiva negativa

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A agência de classificação de risco Fitch confirmou, nesta sexta (10), a nota do Brasil e manteve o país no grupo considerado mau pagador de suas dívidas. A Fitch manteve o rating do Brasil em "BB", dois níveis abaixo do grau de investimento, espécie de selo de bom pagador. A perspectiva é negativa, o que significa que o país pode ser rebaixado se a agência considerar que as condições consideradas na formulação da nota pioraram. Segundo a agência, os ratings do Brasil são pressionados por uma fraqueza estrutural em suas contas públicas e pelo alto endividamento do governo. Também pesam as fracas perspectivas de crescimento e indicadores de governança mais fracos em comparação com países semelhantes, além do recente histórico de instabilidade política periódica que pressiona a condução da política.

DESTAQUES DOS EDITORES