Publicidade
Primavera

Flores precisam de cuidados para florir

Especialista dá dicas para quem quer deixa a casa colorida e perfumada nas estações mais quentes do ano
Flores precisam de cuidados para florir
Lavanda

Para compor e manter o jardim vivo e colorido com a chegada da primavera é fundamental escolher as plantas ideais para essas épocas, apostando em espécies que se adaptem bem às temperaturas mais altas que chegam com a estação. Além disso, cuidados especiais com a terra e o cultivo das plantas podem garantir uma primavera ainda mais florida e exuberante. 
Para quem planeja dar um toque especial no ambiente familiar, o ideal é optar por flores que necessitem de muita luz e pouca água. “Se o objetivo é tornar o ambiente mais leve, relaxante e bonito, a lavanda é uma boa pedida. É uma planta que se desenvolve melhor em solos arenosos, requer muita luz e água, pelo menos uma vez por semana”, sugere Bruno José Esperança, diretor geral da curitibana Esalflores, maior floricultura do país.  “Uma flor perfeita para o verão é o tagete. Além de necessitar de muito sol, pode suportar altas temperaturas sem precisar de água”, completa Esperança.
No entanto, ele lembra que existem exceções. A orquídea, uma flor que chama a atenção pela sua beleza, é ideal para dar um toque elegante ao lar, mas exige cuidados diferenciados. “A recomendação é colocá-la próxima de uma janela orientada para sul, distante das radiações de sol durante os dias de calor, pois pode prejudicar a planta”, orienta o diretor geral da Esalflores.
Por outro lado, se a ideia é colorir o ambiente, a açucena tem uma variedade de cores e podem chegar a ser tão diferentes entre si que três espécies distintas já garantem uma bela decoração. No entanto, o gerente geral da Esalflores alerta que a terra deve estar fresca e não deve receber sol diretamente. “Outras boas opções para o verão são o jacinto e a bromélia”, completa o especialista. 

Bromélia

Jacinto

Orquídea



Cuidados importantes para as flores
Iluminação das plantas

O cuidado com a iluminação das plantas é muito importante porque é a luz que vai exercer o papel principal no desenvolvimento de cada espécie. Algumas exigem mais luz, outras menos luz, ainda tem aquelas que só se desenvolvem com luz parcial, entre tantas outras formas de iluminar uma planta.

A temperatura na Primavera
Cada época do ano tem um clima em característico, mesmo algumas cidades não passando por isso por serem constantemente quentes ou frias. Saber o melhor clima para cultivar determinada espécie é muito importante para saber se terá ou não uma planta boa de desenvolvimento. A temperatura média da primavera é entre 18 e 21 graus e com essa média, a maioria das plantas domésticas consegue se desenvolver bem.

A umidade do ar
A maioria dos pequenos ou iniciantes jardineiros se preocupa muito com a umidade do solo, pois é por onde a planta vai se alimentar. Acontece que a umidade do ar é tão importante quanto. Conheça as necessidades das espécies que cultiva, veja que tipo de ambiente tem para cultivo e faça uma dosagem de qual deve melhorar a atenção.

A posição geográfica
A posição geográfica onde vai colocar a planta, influencia diretamente sobre o crescimento, principalmente se a localidade onde você mora possui as estações bem definidas. 

  • Plantas cultivadas ao lado norte do seu jardim sofrem com uma variação maior de luminosidade, principalmente quando vai acabando a primavera.
  • Plantas cultivadas ao lado leste do seu jardim não sofrem tanto com a incidência do sol porque é exatamente o lado onde o sol nasce e portanto, ao meio dia quando o sol estiver mais quente, já terá ultrapassado essa parte do terreno. 
  • Plantas cultivadas ao lado Oeste do seu jardim são geralmente as que levam mais sol. Se você planta cactos ou qualquer outra planta suculenta e que goste de muito sol, essa é a parte ideal para deixá-las.
  • Plantas cultivadas ao lado Sul do são as que vão receber menos luz. Nesse canto só é indicado cultivar, plantas com baixa necessidade de luz  temperatura.

Regas na Primavera
Toda planta precisa de regas para se hidratar e manter o solo em uma temperatura favorável para o seu crescimento. A quantidade de regas depende muito de planta para planta então é sempre indicado conhecer um pouco mais sobre a espécie que se tem em casa. As espécies que vivem dentro de casa geralmente são as menos exigentes com regas. Agora a planta que vive em ambiente externo, precisará de uma certa regularidade quanto às regas para não secar nem ficar propícia à pragas e doenças. Nada como uma boa leitura sobre cada espécie para dizer exatamente quanto de água a sua planta precisa então dessa forma você vai regar para mantê-las sempre bonitas e sadias.

DESTAQUES DOS EDITORES