Conflito

G7 vai expandir sanções à Rússia e proibir importações de ouro

(Foto: Freepik)

Os Estados Unidos devem se juntar a outros países líderes globais na proibição de importações de ouro russo, ampliando um regime de sanções contra Moscou. A informação foi fornecida por uma autoridade dos EUA ao The Wall Street Journal que ainda afirmou que o anúncio da proibição ocorrerá na cúpula internacional do Grupo dos Sete (G7), que está marcada para começar neste domingo.

A medida faz parte do esforço para punir a Rússia por sua invasão da Ucrânia, disse o funcionário, observando que o ouro é uma importante commodity de exportação russa, depois da energia. "Os EUA reuniram o mundo ao impor custos econômicos rápidos e significativos à Rússia para negar a Putin a receita necessária para financiar sua guerra", disse o funcionário.

O conflito na Ucrânia será o foco da cúpula de três dias na Alemanha. A Rússia foi prejudicada economicamente por várias sanções, mas ainda vende energia para China, Índia e outros países que não aplicaram sanções. Acredita-se que os preços mais altos das commodities ajudaram a Rússia a compensar parte do aperto econômico provocado pelas sanções.