Publicidade
Paraná

Geladeira sem limpeza correta pode ser um banco de bactérias e fungos

Uma pesquisa da Faculdade de Biomedicina da UniMetrocamp, em Campinas (SP), analisou 40 partes de geladeiras e constatou a presença de mais de 2 milhões de bactérias, além de mais de 44 mil bolores e leveduras.

O estudo foi conduzido pela doutora em ciências de alimentos e coordenadora do estudo, Rosana Siqueira. Foram analisados 8 porta-ovos, amostras de 8 maçanetas, 8 gavetas, 8 prateleiras e 8 borrachas de vedação. Todas as geladeiras do estudo são domésticas. 

Os resultados de uma higiene incorreta vão desde micoses até infecções intestinais, urinárias, de garganta, febre e otite. O resultado surpreendeu, principalmente porque as bactérias e os fungos podem acabar contaminando os alimentos que estão limpos na geladeira.

Entre os micro-organismos identificados estão as bactérias E. coli, S. aureus, K. pneumoniae, Acinetobacter e os fungos Candida albicans e C. krusei.

Origem da contaminação

A atenção para evitar a contaminação começa nas sacolinhas de supermercado, passa pelas sujeiras presentes nos produtos - e vai até as mãos do consumidor, que muitas vezes acessa a geladeira sem antes fazer uma higienização com água e sabão. 

Uma das dicas, é lavar o ovo antes de manipular, porque a contaminação que fica na casquinha do ovo também passa para as mãos. 

Aprenda a higienizar a geladeira

As pesquisadoras orientam que a limpeza da geladeira deve ser feita no dia a dia, sem deixar acumular muita sujeira. Basta água e detergente ou sabão neutro para retirar restos de alimentos, por exemplo. As paredes também precisam de atenção na hora da higienização.

A limpeza deve ser feita de cima para baixo. É fundamental também a higienização das maçanetas da porta e também a borracha. 

O modo mais indicado para a limpeza é fazer o uso de água quente, pois os micro-organismos não resistem a altas temperaturas. É importante , e deixar secar bem as partes removíveis da geladeira antes de recolocá-las nas suas posições.

O cheiro da geladeira também merece atenção especial. O odor que o consumidor sente já pode ser um indicativo de que há algo estragado na geladeira. Bolores e leveduras têm cheiro forte.

Para remover o cheiro, basta usar um pouco de bicarbonato diluído em água na geladeira ou vinagre diluído para remover o cheiro. Também pode deixar um potinho com bicarbonato na porta da geladeira,

Mesmo com a manutenção no dia a dia, uma faxina mais completa e precisa deve ser feita uma vez a cada um ou dois meses, orientam as pesquisadoras.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES