Publicidade
Bem-estar

Havana clássica

Havana clássica

O Festival vai acontecer num dos lugares mais luxuosos de Havana: o bairro de El Laguito, que nasceu em torno do campo de golfe de um clube construído no início do século XX, em 1911, por um grupo de norte-americanos e ingleses residentes em Havana.

O Clube tornou-se o Country Club em 1933, e chegou a possuir 3.940 sócios quando a aristocracia cubana abriu as portas para estrangeiros, especialmente norte-americanos. Em 1960, um ano após o triunfo da Revolução Cubana, Fidel Castro e Che Guevara decidiram construir em suas instalações o atual Instituto Superior de Arte.

O projeto residencial Miramar foi construído em torno do Clube, que continua a ser a área residencial mais luxuosa de Cuba, com o provençal, o neoclássico, o art deco e as mansões coloniais californianas que o governo de Castro confiscou. Algumas das casas são cedidas para personalidades como o escritor Gabriel García Márquez, o cantor e compositor Silvio Rodríguez e políticos aliados como Evo Morales ou Nicolás Maduro ficam lá. Enquanto lutava contra o câncer, o falecido Hugo Chávez morava com suas filhas numa mansão que pertencia ao milionário Mark Pollack, um dos maiores exportadores de tabaco no período antes da Revolução.

Publicidade