Mercado da bola

Igor Paixão é a 'bola da vez' no Feyenoord, diz jornalista holandês

Igor Paixão em ação pelo Coritiba
Igor Paixão em ação pelo Coritiba (Foto: Arquivo Bem Paraná/Robson Mafra)

O ponta Igor Paixão, 22 anos, entrou na mira do Feyenoord, da Holanda, desde a abertura da janela de transferências da temporada 2022/23. A proposta inicial dos europeus não agradaram a diretoria, mas as conversas caminharam e o jogador brasileiro pode virar reforço da equipe holandesa.

O site FR12, dedicado ao Feyenoord, publicou declarações do jornalista holandês Dennis van Eersel afirmando que Igor Paixão é o nome da vez no clube. Ele confirmou que o técnico Arne Slot pediu um ponta e dois laterais. E comentou que o clube costuma investir em jogadores jovens.

Na atual janela de transferências, o clube holandês já gastou 19 milhões de euros em reforços – a média das contratações tem 22,4 anos. A maior aquisição foi o volante Timber, 21 anos, do Utrecht, por 8,5 milhões de euros. Essa é a maior compra do clube em toda história. O recorde anterior era a compra do zagueiro argentino Senesi, por 7 milhões de euros, em 2020.

Outro nome observado pelo Feyenoord para a ponta é o italiano Wilfried Gnonto, 18 anos. Ele já soma quatro jogos e um gol pela seleção principal da Itália. Ele joga no Zurich, da Suíça.

O Feyenoord foi terceiro colocado na última temporada e vai jogar a Liga Europa em 2022/23. O clube foi campeão dessa competição em 1974 e 2002 (na época, era chamada de Copa da Uefa). Os holandeses também venceram a Liga dos Campeões da Europa em 1970 e foram 15 vezes campeões da primeira divisão nacional.

No atual elenco, o clube conta o centroavante brasileiro Danilo Pereira (ex-Vasco e Ajax).

VENDAS
Se gastou 19 milhões em compras na atual janela, o Feyenoord também arrecadou bem no mercado, acumulando 41,3 milhões de euros em vendas. O ponta colombiano Sinisterra, de 23 anos, foi vendido para o Leeds United por 25 milhões de euros – essa é a maior transferência da história do clube. O recorde anterior era a saída do atacante Dirk Kuyt por 18 milhões de euros para o Liverpool em 2006.

Outra venda importante na atual janela foi a saída do lateral-esquerdo Malacia, de 22 anos, para o Manchester United por 15 milhões de euros.

IGOR PAIXÃO
Revelado na base do Coritiba, Igor Paixão tem multa rescisória de 50 milhões de euros para o mercado estrangeiro. Benfica, Porto e Fenerbahce chegaram a sondar a situação do jogador, mas as negociações não avançaram.