Índia retomará serviços essenciais em áreas menos afetadas por coronavírus

O governo indiano vai iniciar uma retomada em alguns serviços considerados essenciais em áreas menos afetadas pelo coronavírus a partir de amanhã. De acordo com um comunicado publicado no site oficial do país, os Estados serão responsáveis por garantir todos os procedimentos operacionais para manter o distanciamento social nos locais de trabalho.

Dentre as atividades que serão liberadas estão todas as operações referentes à cadeia agrícola, incluindo o funcionamento de lojas de máquinas agrícolas e a circulação de veículos transportadores de mercadorias. Nas áreas não classificadas como zona de contenção à doença, serviços autônomos e do setor de construção também passarão a ser permitidos. O governo ressalta, entretanto, que as operações devem ocorrer apenas com os trabalhadores que já estão disponíveis no local, sem a migração de pessoas entre as cidades.

O porta-voz do Ministério da Saúde na Índia afirmou que as atividades que envolvem o movimento de passageiros por via aérea, ferroviária e rodoviária, além de instituições de ensino e atividades comerciais industriais, permanecerão suspensas até o dia 3 de maio, data para qual o período de isolamento social foi prorrogado.

Nas últimas 24 horas, o governo informou que foram registrados novos 1.738 casos confirmados da doença no país, elevando o número total para 16.116. O número de mortes foi elevado para um total de 519.