Publicidade
Esporte

Jadson volta e ajuda o Corinthians vencer o Independiente

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Corinthians venceu o Independiente, na Argentina, por 1 a 0, nesta quarta-feira (18), pela terceira rodada da Copa Libertadores.

Com o gol marcado por Jadson, aos 35 minutos do segundo tempo, a equipe alvinegra se garantiu na liderança isolada do Grupo 7 com sete pontos. O segundo colocado da chave, o Millonarios, da Colômbia, tem quatro.

O meia voltou ao time titular após ser poupado pelo técnico Fábio Carille na vitória  por 2 a 1 sobre o Fluminense  na estreia do Brasileiro, no último domingo (15).

Ele vinha fazendo um trabalho especial de recuperação física por causa de lesões.

O gol de Jadson foi fundamental, já que Rodriguinho, que vinha sendo decisivo, não brilhou desta vez.

Artilheiro do time no ano com seis gols, Rodriguinho muitas vezes fica sobrecarregado pelo esquema sem atacante de referência implementado pelo técnico Fábio Carille, com a saída de Jô para o futebol japonês no final de 2017.

Além dos dois gols na vitória contra o Fluminense, Ele também havia marcado nas vitórias por 1 a 0 nos jogos de volta do Paulista contra São Paulo, na semifinal, e Palmeiras, na final, que levaram a equipe ao título estadual.

O atleta, além de armar as jogadas, tem que entrar na área para definir, já que os dois atacantes escalados, Clayson e Romero, jogam abertos e não tem tanto poder de finalização.

 Essa chegada ao ataque explica a fase artilheira de Rodriguinho, mas também mostra o quanto o Corinthians se tornou dependente de seu poder de decisão.

Quando ele não joga bem, a equipe dificilmente vence. Desta vez, a equipe foi salva por Jadson, que entrou área para concluir, assim como seu colega de meio campo tem feito, e muito bem.

Nesta semana, o clube alvinegro deve anunciar a contratação do centroavante Roger, do Internacional. Ele já foi aprovado nos exames médicos realizados pela equipe.

O JOGO

O Independiente começou a partida pressionando a saída de jogo corintiana. Quando tinha a posse de bola, trocava passes rápidos e chegava com perigo, como aos 7 minutos, quando Benítez chutou com perigo e a bola desviou em Balbuena e Ralf.

O Corinthians, ao seu modo peculiar, defendeu-se bem, com suas linha defensivas compactas.

Apesar da pressão adversária, a primeira chance corintiana veio cedo, com a chegada de Maycon, de volta ao time titular após ter ficado no banco na estreia da equipe no Campeonato Brasileiro.

Ele está em vias de ser contratado pelo Shakhtar Donetsks, da Ucrânia, segundo o técnico Fábio Carille.

As principais ações de jogo da primeira etapa foram do time argentino.

Aos 19 minutos, Silvio Romero, atacante do Independiente, foi lançado nas costas da defesa corintiana. Ele ganhou na corrida e bateu meia altura, cruzado. A bola passou raspando a trave.

O Corinthians voltou melhor no segundo tempo, mas pouco finalizava.

O gol saiu apenas ao 35 minutos, após cruzamento de Mateus Vital. Jadson, como um centroavante, marcou.

O Corinthians volta a campo no próximo domingo (22), às 11h, contra o paraná, fora de casa, pelo Brasileiro.

INDEPENDIENTE

Campaña; Bustos, Figal, Amorebieta, Gastón Silva; Gaibor, Domingo, Benítez (Gigliotti), Menéndez (Meza), Verón; Silvio Romero. T.: Ariel Holan

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique, Sidcley; Ralf, Maycon, Jadson (Marquinhos Gabriel); Romero (Júnior Dutra), Rodriguinho, Clayson (Mateus Vital). T.: Fábio Carille

Estádio: Libertadores de América, em Avellaneda (Argentina)

Juiz: Daniel Fedorczuk (Uruguai)

Cartões amarelos: Bustos (Independiente); Henrique (Corinthians)

Gol: Jadson, aos 35 minutos do segundo tempo

DESTAQUES DOS EDITORES