João Félix diz não sentir pressão para substituir Griezmann no Atlético de Madrid

Novo reforço do Atlético de Madrid, o atacante português João Félix afirmou nesta segunda-feira que não sente a pressão de chegar ao clube com a missão de substituir o francês Antoine Griezmann, que está perto de deixar o time. O jogador de apenas 19 anos foi adquirido em uma transação de 126 milhões de euros (cerca de R$ 615 milhões), valor que o tornou a quarta contratação mais cara da história do futebol.

"Não tenho esta pressão. Fico um pouco desconectado do mundo. Não leio e nem vejo nada. Me limito a fazer o meu trabalho e dar o melhor de mim para ajudar o time", declarou o português, em sua apresentação oficial no clube espanhol. "Estou aqui para dar tudo que posso e fazer história com o clube."

Questionado sobre o peso de ser a contratação mais cara da história do Atlético, Félix também desconversou. "Este assunto dos valores da negociação são assuntos de mercado. Não sei nada sobre isso. Não presto muita atenção a essas coisas. Me dedico apenas a jogar. não", afirmou o jovem jogador.

Félix evitou também comparações com o compatriota Cristiano Ronaldo, com quem já dividiu o vestiário na seleção portuguesa. "Ele é o melhor do mundo e talvez o maior da história. Quando estávamos na seleção, ele me falava muito bem de Madri, dizia que gostava muito da cidade. Mas estou aqui para fazer a minha história. Cristiano é Cristiano e eu quero ser eu mesmo."

No Atlético, o português deve ocupar o espaço a ser deixado por Griezmann na formação idealizada pelo técnico Diego Simeone. O francês já avisou que deixará a equipe nesta janela de transferências, mas ainda não definiu seu futuro - o mais provável é o Barcelona. Por isso, o clube de Madri cobrou a sua reapresentação, junto dos companheiros, o que não aconteceu neste domingo e pode gerar sanções ao jogador.