Publicidade
Crise

Jogo de quarta pode provocar demissões no Coxa, diz site

Jogo de quarta pode provocar demissões no Coxa, diz site

O jogo desta quarta-feira (dia 14) será decisivo para o técnico Sandro Forner e o diretor de futebol Augusto de Oliveira. Segundo o site UOL, se o Coritiba for eliminado pelo Goiás, no Couto Pereira, pela terceira fase da Copa do Brasil, os dois serão demitidos. A Copa do Brasil será o limite de tolerância para o comando do futebol do clube, informou o site.

A diretoria do Coritiba esteve reunida no domingo (dia 11) à noite, após a quarta derrota consecutiva da equipe. Pesou a favor de Forner o planejamento para 2018, que prevê a utilização de vários jogadores das categorias de base. O técnico tem, de fato, priorizado os pratas-da-casa nas escalações. Outro fator foi ter utilizado o time reserva em duas das últimas quatro partidas – derrotas para Maringá e para Foz, ambas no Couto.

A ideia de Forner é poupar fisicamente os principais jogadores para o jogo de quarta-feira. Na partida de ida, em Goiânia, o Coxa perdeu por 1 a 0. Agora, precisa reverter o placar agregado para avançar. O jogo contra o Goiás vale R$ 1,8 milhão para o Coxa. Se alcançar a quarta fase da Copa do Brasil, receberá esse valor como cota. O clube paranaense já acumulou R$ 2,5 milhões em premiação na competição: R$ 500 mil por participar da 1ª fase, R$ 600 mil pela 2ª e R$ 1,4 milhão pela 3ª.

Contra o diretor de futebol pesa o fraco desempenho dos reforços contratados até agora. Os zagueiros Alan Costa e Alex Alves, o lateral César Benítez, o volante Wellington Simião e os pontas Alvarenga e Pablo apresentado pouco futebol até agora. Por outro lado, um ponto favorável ao diretor é o baixo custo dessas contratações. Até agora, ele não teve autorização da diretoria para um reforço de alto valor.

DESTAQUES DOS EDITORES