Publicidade
Feminicídio

Justiça nega viagem a acusado de matar a fisiculturista Renata Muggiatti

(Foto: Reprodução MPPR)

A Justiça negou um pedido de autorização de viagem ao médico Raphael Suss Marques. Ele é acusado de matar a namorada e fisiculturista Renata Muggiatti, de 32 anos, que caiu do 31º andar do prédio onde moravam em setembro de 2015. A defesa de Marques alegou que a viagem era necessária para que ele prestasse atendimento médico a pacientes em Balneário Camboriu, Santa Catarina. 

De acordo com a defesa de Marques ele seguira para o litoral catarinense, nesta sexta-feira (22) e retornaria no domingo (24). 

A negativa da Justiça, proferida nesta última quinta-feira, 21, foi em razão do descumprimento do réu não frequentar bares e similares. Marques foi flagrado em um torneio de pôker, no mesmo dia em que havia apresentado uma falsa justificativa para faltar a uma audiência, segundo as investigações. 

Ao negar o pedido, a juíza Taís de Paula Scheer, destaca que a defesa não comprovou documentalmente a necessidade das consultas e ressaltou o fato de que Raphael possui, em seu histórico, o caso do descumprimento das medidas para ir ao torneio de poker.

A defesa de Raphael Suss Marques informou que não foi intimada sobre a decisão.

DESTAQUES DOS EDITORES