Assine e navegue sem anúncios [+]

Liga Nacional de Basquete fecha parceria e CBC assume logística de torneios

A Liga Nacional de Basquete tem um importante parceiro para ajudar na viabilização da próxima edição do Novo Basquete Brasil (NBB) e da Liga de Desenvolvimento de Basquete. A LNB firmou um acordo com o Comitê Brasileiro de Clubes pelos próximos quatro anos, com reavaliação anual.

O CBC será responsável pelo suporte aos clubes na questão de logística. As equipes terão custeadas passagens aéreas e hospedagem para todos os jogos fora do próprio Estado e em viagens acima de 500 quilômetros dentro do Estado. A compra será feita diretamente pelo órgão que recebe repasse de dinheiro público.

"Era um desejo dos clubes. Conseguimos tirar das costas das equipes um enorme custo de logística. Amenizamos um pouco o problema causado pela pandemia. O impacto foi violento. Agora temos condições de continuar realizando um campeonato forte", afirmou Nilo Guimarães, presidente em exercício da LNB.

Pelo acordo, há um teto máximo anual. O valor não foi revelado pelas partes, mas, segundo o Estadão apurou, é de R$ 4,4 milhões. Qualquer despesa adicional será de responsabilidade dos clubes. "É um importante apoio ao basquete brasileiro neste momento complicado causado pela pandemia do coronavírus", explicou Arialdo Boscolo, presidente do Conselho Consultivo do CBC e presidente executivo da Confederação Nacional dos Clubes (Fenaclubes).

A contrapartida exigida pelo CBC para o acordo está no trabalho de formação. A LDB terá de contar com pelo menos 24 equipes. Além disso, todos os participantes do NBB precisarão ter um time no campeonato sub-22, o que não será um problema porque esta exigência já entraria em vigor nesta temporada.

Arialdo confia no sucesso da parceria pela seriedade do trabalho da LNB e pretende estendê-la para a Liga de Basquete Feminina (LBF). A entidade também vai continuar trabalhando com a Confederação Brasileira de Basquete (CBB) na organização de competições de clubes sub-14, sub-16 e sub-19. "Nossa missão é fomentar o esporte", afirmou.

Para a LNB, o acordo permite ganhar fôlego para seguir na busca por novos parceiros. A entidade continua atrás de um patrocinador principal para ocupar o lugar da Caixa Economia Federal, que pagava R$ 5,5 milhões por ano. A pandemia acabou dificultando um pouco para que alguns contratos que estavam sendo negociados fossem firmados.

"Estamos trabalhando. Resolver esta questão da logística foi importante. Os clubes vão aprender muito ao trabalhar com um órgão altamente exigente. Também ganhamos um pouco mais de tranquilidade para conseguir um novo patrocinador", finalizou Nilo.

DEFINIÇÃO - A próxima temporada do NBB está prevista para começar no dia 14 de novembro. As equipes têm até 30 de agosto para apresentar os documentos necessário para oficializar o pedido de participação. A LNB promete anunciar os participantes em 4 de setembro e, cinco dias depois, a tabela.

Na temporada passada foram 14 times. O Botafogo confirmou recentemente o fim das atividades do basquete profissional e, apesar de uma campanha dos torcedores para continuar o projeto, o clube deve ficar fora do NBB. Outras equipes, no entanto, estão correndo atrás de investimento para jogar, como o BlackStar Joinville.

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK