Publicidade
Modernidade

‘Lives’ viram nova ferramenta de vendas para home office

 A internet deixou de ser um local apenas onde as pessoas podem se informar ou se divertir para, também, ser um espaço onde se pode ganhar dinheiro. Com a criação e crescimento de diversas plataformas, usuários e empresas fazem grandes negócios na web, fazendo desta sua principal fonte de renda.
Grandes corporações do segmento inovam numa corrida à conquista de mais adeptos em diversas plataformas, que promovem integrações únicas entre os usuários rompendo barreiras e trazendo cada vez mais inovações e praticidade.

O Facebook, por exemplo, deixou de ser apenas um perfil de contatos e passou a ser um portal de anúncios de classificados e site de encontros, além dos tradicionais mercados para divulgação de marcas e produtos, que geram receita considerável para a empresa de Mark Zukerberg. E, querendo mais, a corporação se prepara para lançar sua própria moeda virtual, que poderá ser usada em transações online.

Outra empresa, a LiveMe Inc, traz uma proposta inovadora para o mercado brasileiro. No ar desde o final de 2016, a corporação apresenta ao público a possibilidade de renda direta com a produção de “lives”, que gera integração entre o responsável pela transmissão do vídeo ao vivo e aquele que está assistindo ao conteúdo.
Mas para se aventurar neste novo ofício é preciso oferecer qualidade nas transmissões. Este é o primeiro quesito para monetizar as transmissões ao vivo. É importante pensar na diversidade de conteúdo existente na internet e quantos deles são gratuitos. Portanto, mais importante que pensar em ganhar dinheiro é se preocupar em oferecer um material que as pessoas pagariam para assistir.

Quem já organiza eventos, shows, palestras, webinars, workshops ou mesmo eventos religiosos e já tem uma audiência ou pessoas interessadas no material. Por isso, a dica é para aproveitar ao máximo esse público e o conteúdo rico para monetizar transmissões ao vivo.

Por que a transmissão ao vivo é melhor que o conteúdo gravado?
A transmissão ao vivo possui um engajamento muito superior ao conteúdo gravado. Estima-se que a interação chega a ser cerca de 10x superior em uma transmissão ao vivo, comparado a um vídeo gravado. O fato da transmissão estar acontecendo naquele momento gera um senso de urgência e disponibilidade muito mais latente.
Durante a transmissão ao vivo, dependendo do conteúdo, ocorre uma interação direta entre o emissor da mensagem e do público que o assiste. A possibilidade de interação entre sua marca, evento, palestrante ou mesmo um artista em um show conecta as pessoas com um laço de proximidade que é muito mais forte que em uma experiência gravada.


Dicas para transmissões ao vivo na internet

Formas de monetização na transmissão ao vivo

Venda acesso aos seus eventos por meio de pay-per-view

  • Quem organiza shows, webinars, eventos esportivos ou outros eventos que possuem entrada paga pode aproveitar criar um novo canal de vendas cobrando pela entrada online por meio de ferramentas de pay-per-view.

Vender produtos com live shopping

  • Live shopping é a prática de fazer a demonstração ou divulgação de produtos para vendê-los em uma transmissão ao vivo. Um exemplo semelhante é o que faz a Polishop nos comerciais. É possível criar conteúdo com detalhes e aplicações de produtos e incorporar nas página de vendas.

Influenciadores demonstrando seus produtos ao vivo

  • Para isso é necessário fazer parcerias, a exemplo de blogueiros ou influenciadores digitais. Eles usam determinados produtos e marcas nas transmissões ao vivo. Deste modo é possível aproveitar todo o engajamento nas redes para atrair a interação ao redor daquela determinada marca. Os detalhes dos produtos devem ser demonstrados na frente dos consumidores.

Transmissão ao vivo em ofertas-relâmpago

  • O live shopping também é indicado para ofertas-relâmpago, como ações na Black Friday ou outras com prazo para acabar. A transmissão ao vivo é uma ótima ferramenta para causar senso de urgência. No caso, é importante propor um desconto na duração da live para ser usado a fim de vender mais rápido seus produtos.

Oferecer recompensas para quem compartilhar a transmissão

  • Uma ótima forma de aumentar ainda mais o engajamento, compartilhamentos e, consequentemente, as vendas é oferecer recompensas para quem compartilhar a live ou o link de vendas. Pode-se oferecer descontos, brindes exclusivos e outras recompensas para os espectadores.

Crowdfunding na transmissão ao vivo

  • Quem trabalha com eventos voltados para o terceiro setor, igrejas ou ações beneficentes pode recorrer ao crowdfunding com a transmissão ao vivo.

Invista em divulgação

  • Da mesma forma que ocorre com um evento físico, só se terá sucesso com a transmissão se a mesma atrair o volume de público desejado. Portanto, é indicado que se faça a divulgação da transmissão ao vivo para garantir os resultados esperados.
    Plataforma de transmissão
    As plataformas de transmissões ao vivo mais famosas são as das redes sociais, como Facebook Live, YouTube Live, Instagram Live e Twitter.
Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES