Ação entre amigos

Lucho González doa camisa do Athletico para ajudar policial vítima de acidente

Com a camisa de Lucho González, amigos visitam o policial Kaseker
Com a camisa de Lucho González, amigos visitam o policial Kaseker
Policial Kaseker recebe apoio de amigos
Macaris do Livramento e Rosilete dos Santos mostram a camisa de Lucho González para o policial Kaseker
Com a camisa de Lucho González, amigos visitam o policial Kaseker
Com a camisa de Lucho González, amigos visitam o policial Kaseker (Foto: Arquivo pessoal/Policial Kaseker)
Com a camisa de Lucho González, amigos visitam o policial Kaseker
Com a camisa de Lucho González, amigos visitam o policial Kaseker (Foto: Arquivo pessoal/Policial Kaseker)
Policial Kaseker recebe apoio de amigos
Policial Kaseker recebe apoio de amigos (Foto: Arquivo pessoal/Policial Kaseker)
Macaris do Livramento e Rosilete dos Santos mostram a camisa de Lucho González para o policial Kaseker
Macaris do Livramento e Rosilete dos Santos mostram a camisa de Lucho González para o policial Kaseker (Foto: Arquivo pessoal/Policial Kaseker)

O argentino Lucho González, ídolo do Athletico Paranaense, está participando de uma ação entre amigos para ajudar o policial militar Luiz César Rodrigues Kaseker, 39 anos, que teve as duas pernas amputadas após um acidente em São José dos Pinhais, em 6 de maio de 2021.

O ex-boxeador Macaris do Livramento, 61 anos, que mora em São José dos Pinhais, decidiu ajudar o PM e entrou em contato com a diretoria do Athletico, que enviou uma camisa oficial de Lucho González autografada por jogadores do time.

A camisa será sorteada em uma ação entre amigos. O dinheiro arrecadado será doado para o policial Kaseker.

O ACIDENTE
O policial Luiz César Rodrigues Kaseker estava em uma calçada, em São José dos Pinhais, quando foi atingido por um carro. Segundo informações da Polícia Militar divulgadas pelo G1, o motorista do veículo, de 66 anos, estava bêbado: fez o teste do bafômetro, que apontou 0,99 miligramas de álcool por litro de ar expelido, o que configura crime de trânsito. O motorista chegou a ser preso por lesão corporal culposa, mas teve liberdade provisória concedida. O caso ainda não foi julgado.Kaseker teve fraturas expostas nas duas pernas. Ele passou por cirurgia e teve parte das duas pernas amputadas.

O G1 divulgou vídeo com o acidente – clique aqui para ver.