Balanço

Maioria dos postos de Curitiba já não têm gasolina e nem álcool. Veja situação em outras cidades

(Foto: Narley Resende)

Segundo novo boletim do Sindicato dos Postos de Combustíveis do Paraná (Sindicombustíveis-PR),  a grande maioria dos 350 postos de Curitiba estavam sem gasolina e álcool no início da noite desta quinta (24). Segundo as notas, em Curitiba, os bloqueios se intensificaram no dia de hoje, estrangulando ainda mais a saída de caminhões da região de Araucária, onde estão instaladas a refinaria e as bases das distribuidoras. 

Na capital, alguns caminhões têm conseguido furar os bloqueios, eventualmente, e por isso não há como precisar números de postos que permanecem atendendo em Curitiba. Segundo o Sindicombustíveis , os grevistas passaram a atuar com apoio de motoboys, que cercaram alguns caminhões e os fizeram estacionar às margens da rodovia. No caso do diesel, existem estoques um pouco maiores em Curitiba, mas a situação também é grave.  Ou seja, não há como fazer uma previsão de quando os estoques podem terminar em Curitiba, caso a situação de greve não seja resolvida.

[node:galeria id=561814]

Em Londrina, os 100 postos da cidade estão sem estoques de álcool e gasolina. No final desta tarde restavam algumas poucas opções com diesel, mas não se sabe até quando poderiam durar.  

Foz do Iguaçu e pelo menos oito municípios da região apresentam falta total de gasolina e etanol nos postos. Os municípios próximos que também estão sem abastecimento são Medianeira, Matelândia, Santa Helena do Iguaçu, Itaipulândia, Santa Terezinha do Iguaçu, São Miguel do Iguaçu, Céu Azul e Missal. Estes municípios juntos somam 126 postos (56 em Foz do Iguaçu).

Em Maringá, poucos dos 80 postos da cidade ainda tinham gasolina e etanol no final da tarde. A expectativa era de que tudo fosse esgotado até o final da noite de hoje.

Guarapuava está completamente sem combustível - nem diesel, álcool ou gasolina.

Em Cascavel, no começo da tarde: gasolina comum já está totalmente esgotada na região central da cidade. Dos 80 postos da cidade, apenas uma pequena parcela ainda tinha etanol e gasolina aditivada.  

Em Ponta Grossa e no Litoral do Paraná, não há mais combustível.

União da Vitória escassez completa de etanol e gasolina. Restavam pequenos estoques de diesel.

Na Região Metropolitana, Itaperuçu e Rio Branco do Sul estão sem combustível.