Publicidade
Suposto pivô de separação de loreto e débora

Marina Ruy Barbosa ganha apoio de várias atrizes

Bombardeada nos últimos dias por seu suposto envolvimento na separação dos atores José Loreto e Débora Nascimento, a atriz Marina Ruy Barbosa tem recebido também uma onda de apoio de artistas e internautas. Enquanto algumas atrizes como Bruna Marquezine, Thaila Ayla e Giovanna Ewbank deixaram de seguir Marina nas redes sociais, após os rumores de que a Marina seria o pivô da separação, outras fizeram questão de ficar do lado da mocinha de ‘O Sétimo Guardião’ (Globo), como o próprio autor da trama, Aguinaldo Silva. Leticia Spiller, que também está no elenco da trama, divulgou uma foto ao lado da colega de profissão e escreveu: “Marina Linda Ruy Barbosa”. Outras que manifestaram apoio foram as atrizes Luma Costa, Bianca Rinaldi, Pamela Tomé e Beth Goulart.


Cinema

Hugh Jackman entra para o ‘Guinness Book’ pelos 16 anos como Wolverine
O ator australiano Hugh Jackman recebeu um certificado do ‘Guinness Book’, o livro dos recordes, para comemorar sua atuação como Wolverine em “X-Men”. O título foi concedido na categoria de carreira mais longa como um super-herói da Marvel. Ao todo, foram 16 anos e 228 dias interpretando o personagem que tem garras metálicas nas mãos e poder de autocura. Mas Jackman não carrega este recorde sozinho. Patrick Stewart, que atua na trama dos mutantes como Professor Charles Xavier, também leva o título com o mesmo período de atuação. Os dois atores fizeram suas primeiras aparições como super-heróis da Marvel em “X-Men” (2000), sendo que a aparição mais recente foi em “Logan” (2017), o terceiro e último filme só sobre Wolverine.


Luto

Aos 79 anos, morre o carnavalesco curitibano Glauco Souza Lobo
Morreu ontem, aos 79 anos, o carnavalesco curitibano Glauco Souza Lobo, ex-dirigente da Fundação Cultural de Curitiba e um dos maiores incentivadores da cultura e do carnaval curitibano. Ele nasceu em Niterói (RJ) em 25 de março de 1939, mas chegou a Curitiba ainda menino. Sempre esteve à frente das festas populares da cidade. Foi diretor executivo da Fundação Cultural de Curitiba entre 1983 a 1986, e secretário de Turismo, também na década de 1980, mas sua atuação nos últimos 40 anos foi além das funções administrativas. Ex-presidente da Escola de Samba Embaixadores da Alegria, também atuou em outras frentes. Foi um dos importantes apoiadores da cultura afro-brasileira, do movimento negro, da comunidade umbandista, do teatro e da arte circense. Por todo o seu envolvimento com a comunidade carnavalesca, ele será homenageado pela Prefeitura e pela União das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos de Curitiba e Região Metropolitana, durante dos desfiles programados para os dias 2 e 3 de março, na Rua Marechal Deodoro.


Luto

Peter Tork, baixista e tecladista dos Monkees, morre aos 77 anos
Peter Tork, baixista e tecladista dos Monkees, uma das bandas americanas de rock de maior sucesso nos anos 1960, morreu ontem, de causas não divulgadas. Diagnosticado em 2009 com câncer na língua, o músico tinha 77 anos e cumpriu uma trajetória que mistura como poucas a música e a televisão. Os Monkees foram criados em 1965 pela rede de TV NBC. A ideia era um seriado cômico estrelado por um grupo de rock, com a clara intenção de criar uma alternativa americana aos Beatles, então no auge da fama mundial.
Mas ninguém poderia imaginar que o sucesso da cópia chegasse tão longe. Em 1967 e 1968, os Monkees foram os únicos a vender mais discos que os Beatles nos Estados Unidos. Até hoje, o grupo vendeu 65 milhões de álbuns e singles. A série, com 58 episódios produzidos, foi líder de audiência em vários países, inclusive o Brasil, e os quatro integrantes da banda ficaram ricos em questão de semanas.


Polêmica
Ator de ‘Empire’ é preso em Chicago por falsa denúncia de crime
O ator Jussie Smollett foi preso pela polícia de Chicago, ontem, sob a acusação de falsa denúncia às autoridades. Em janeiro, o ator de Empire foi hospitalizado após sofrer um ataque racista e homofóbico. No decorrer das investigações, a polícia levantou a suspeita de que Smollett teria contratado os agressores para encenar a agressão, porque estava sendo cotado para deixar a série. A informação da prisão foi dada pelo porta-voz da polícia de Chicago, Anthony Guglielmi, no Twitter. A princípio, a polícia tratava Ola e Abel Osundairo como os culpados pelo crime, mas descobriram relações entre os irmãos e o ator, o que levantou à suspeita de um ataque orquestrado.


Níver do dia

Niki Lauda
ex-piloto austríaco
70 anos

DESTAQUES DOS EDITORES