Publicidade

McGregor surpreende em postagem no Twitter e diz ter se aposentado do MMA

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O lutador Conor McGregor surpreendeu ao dizer nesta terça (26), em mensagem no Twitter, que se aposentou do MMA aos 30 anos. Horas antes, foi exibida na televisão americana uma entrevista do irlandês para o programa "The Tonight Show", de Jimmy Fallon, na qual ele dizia que negociava uma luta com o UFC para julho, sem mencionar um possível adeus.

No que chamou de "rápido anúncio', McGregor escreveu. "Ei, rápido anúncio, eu decidi formalmente me aposentar do esporte conhecido como 'Mixed Martial Art' (MMA) hoje. Eu desejo que todos os meus antigos colegas estejam indo bem em competição. Agora eu me junto aos meus ex-parceiros neste empreendimento, já na aposentadoria. Pina Coladas "Proper" para mim, caras", escreveu, em referência à marca de uísque que comercializa.

O anúncio, feito no meio da madrugada nos Estados Unidos, causou estranheza, com muitos fãs duvidando do lutador. Vale lembrar que, em 2016, McGregor também escreveu no Twitter que estava se aposentando e usou uma expressão que até hoje é lembrada pelos fãs do MMA: "obrigado pelo queijo".

O tuíte de McGregor nesta madrugada foi feito horas depois da exibição de uma entrevista em um dos principais programas de entretenimento dos Estados Unidos, o "The Tonight Show', na qual ele não deu indicações sobre uma possível aposentadoria.

"Minha próxima luta, estamos em negociações para julho. Vamos ver o que acontece. Muita política acontecendo. O jogo de luta é um jogo louco, mas como eu disse novamente, para os meus fãs eu estou em forma e eu estou pronto", disse no programa.

Ele também fez bebidas no bar improvisado por Jimmy Fallon com a sua marca de uísque.

Oficialmente, o UFC ainda não se manifestou sobre o assunto ou fez qualquer homenagem, mas em entrevista ao site "MMA Junkie" o presidente Dan White disse que a aposentadoria fazia "total sentido".

McGregor não luta no UFC desde outubro de 2018, quando perdeu para Khabib Nurmagomedov. Ex-campeão dos pesos leve e pena, o irlandês tem 21 vitórias em 25 lutas na organização e se notabilizou como um dos mais populares lutadores da história.

Falastrão e polêmico, McGregor virou uma das estrelas do esporte, sendo garantia de sucesso e lucro em eventos da organização. No Brasil, o irlandês ganhou notoriedade pela rivalidade com José Aldo, que perdeu em 2015 uma luta que garantiu a unificação do cinturão dos penas a McGregor.

Recentemente, McGregor também disputou uma luta de boxe com Floyd Mayweather, em agosto de 2017. O irlandês foi derrotado, mas já levantou a possibilidade de disputar outras lutas na modalidade.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias