Publicidade
Exame Nacional do Ensino Médio

MEC anula questão de Matemática do Enem que já havia caído no vestibular da UFPR

MEC anula questão de Matemática do Enem que já havia caído no vestibular da UFPR
Ministro da Educação, Rossieli Soares (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

Após constatar que uma questão da prova de Matemática e suas Tecnologias do Enem 2018 havia sido aplicada em vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR), o Ministério da Educação (MEC) instaurou sindicância para apurar responsabilidades. O item da prova foi formulado por um professor que compõe o Banco de Elaboradores de Itens do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e, em decorrência do descumprimento dos requisitos de ineditismo e sigilo, a questão está anulada.

Segue a lista com o número da questão anulada em cada caderno de prova do Enem 2018:

Caderno Amarelo – 150;
Caderno Cinza – 170;
Caderno Azul – 163;
Caderno Rosa – 180;
Caderno Laranja – 150;
Caderno Verde – 150.
 
A questão foi elaborada em 2012 para o Inep, por um professor que, à época, estava vinculado à UFPR. No entanto, posteriormente, em 2013, foi utilizada no vestibular da própria Universidade, para ingresso em 2014, o que não deveria ter ocorrido.

O Ministro da Educação, Rossieli Soares, contatou o Reitor da UFPR, Ricardo Fonseca, que colocou a Instituição à disposição para colaborar com a apuração. A Universidade havia celebrado um Acordo de Cooperação Técnica com o Inep para integrar o processo de elaboração e revisão de itens do Banco Nacional de Itens (BNI).

A Comissão de Sindicância do MEC irá apurar o ocorrido, que pode culminar em instauração de processos administrativo, cível e/ou criminal. O Inep investe todos os anos em mecanismos de detecção de conteúdos plagiados e, com o ocorrido, irá reforçar procedimentos que garantam os requisitos de ineditismo e originalidade dos itens que compõem o BNI.

Veja aqui a Portaria n.º 1187, de 12/11/2018, com a decisão para constituir a Comissão de Sindicância Investigativa. 

DESTAQUES DOS EDITORES