Publicidade
Brasileirão

Melhor ataque do returno, Atlético tem mudanças para enfrentar o vice-lanterna

Melhor ataque do returno, Atlético tem mudanças para enfrentar o vice-lanterna
Marcelo Cirino: de ponta a centroavante (Foto: Geraldo Bubniak)

O Atlético Paranaense busca a 11ª vitória consecutiva na Arena da Baixada neste domingo (dia 14), quando recebe o Sport, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time paranaense vem de dez vitórias em casa – oito pela Série A e duas pela Copa Sul-Americana.

A partida é o confronto de um time ascensão e outro em queda. O Atlético é o terceiro melhor do returno, com cinco vitórias e quatro derrotas. Só fica atrás de Palmeiras (sete vitórias e dois empates) e Santos (cinco vitórias, três empates e uma derrota). 

No segundo turno, o Atlético é o melhor ataque, com 16 gols marcados em nove jogos – média de 1,8 por jogo. O melhor ataque no geral da competição é o Atlético-MG, com 47 gols em 28 jogos – média de 1,7 por partida.

No entanto, um dos principais responsáveis por esse sucesso ofensivo não estará em campo no domingo. O centroavante Pablo está suspenso por cartões amarelos. Ele é o vice-artilheiro do Brasileirão, com 11 gols – só fica atrás de Gabigol, do Santos, que fez 13. 

O técnico Tiago Nunes não revelou a escalação. Ele vem usando Marcelo Cirino como centroavante quando não conta com Pablo. O substituto imediato seria Bergson. No entanto, o jogador não vem conseguindo apresentar desempenho satisfatório.

Com isso, quem pode ganhar uma vaga na equipe é Marcinho ou Rony. Um deles jogará aberto na ponta. 

Tiago Nunes vem usando o esquema tático 4-2-3-1 desde o início. A provável escalação para domingo é Santos; Jonathan (Diego Ferreira), Léo Pereira, Paulo André e Renan Lodi; Wellington (Bruno Guimarães) e Lucho González; Marcinho (Rony), Raphael Veiga e Nikão; Marcelo Cirino.

Na defesa, Léo Pereira retorna após cumprir suspensão. Tiago Nunes já avisou que vai mudar a escalação conforme o momento dos jogadores e conforme as características dos adversários. Com isso, três volantes disputam duas vagas: Lucho González, Bruno Guimarães e Wellington. Na lateral-direita, segue a disputa entre Jonathan e Diego Ferreira.

DESTAQUES DOS EDITORES