Publicidade
Grande Curitiba

Metalúrgicos da CNH fazem ato contra demissões na empresa em Curitiba

O ato paralisou a produção das 6 às 9 horas da manhã
Metalúrgicos da CNH fazem ato contra demissões na empresa em Curitiba

Os trabalhadores da empresa Case New Holland (CNH) cruzaram os braços por três horas nesta manhã de quarta-feira, 8. O ato é em protesto as demissões que, segundo do Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba e Região Metropolitana (Simec), estariam ocorrendo de forma arbitrária na unidade empresarial de Curitiba.

Os metalúrgicos aprovaram prazo de 48 horas para deflagrar greve por prazo indeterminado, caso a empresa não reveja sua posição, de promover novas demissões.  De acordo com o sindicato, a CNH, embora esteja vivendo momento de expansão econômica, com produção em alta e horas extras constantes (de segunda a sábado), demitiu nos últimos dias dezenas trabalhadores, sem dialogar previamente com a delegação sindical, conforme compromisso firmado no ano passado.

Não vamos admitir a demissão desses trabalhadores que passaram 2015 e 2016 segurando a barra da empresa e inclusive reduzindo salário para garantir seus empregos, afirma Sérgio Butka, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC). Vivemos uma intolerância com os direitos trabalhistas, uma onda nacional. O que vemos aqui é a prova de que essa onda não é mais exclusividade do governo. Empresas como a CNH, que até então mantinham uma postura de diálogo, agora estão querendo partir para o corte sumário de direitos e demissões arbitrárias, finaliza Butka.

 

 

DESTAQUES DOS EDITORES