Moderna diz que distribuirá 20 milhões de doses de vacina aos americanos em 2020

Poucas horas após a Pfizer reduzir a meta de distribuição de sua vacina para a covid-19 este ano, a Moderna, que também desenvolve um imunizador, reforçou compromisso em entregar cerca de 20 milhões de doses aos Estados Unidos em 2020.

A expectativa da farmacêutica é de que entre 100 milhões e 125 milhões de doses sejam distribuídas em todo o mundo no primeiro trimestre de 2021, dos quais de 85 milhões a 100 milhões serão para os americanos. A empresa espera produzir de 500 milhões a 1 bilhão de doses durante todo o ano de 2021.

A Moderna também divulgou resultados preliminares da fase 1 dos testes de durabilidade da vacina. De acordo com os estudos, os voluntários mantiveram altos níveis de anticorpos neutralizantes até 119 dias após a primeira vacinação e por 90 dias após a segunda.

"Esses dados provisórios da Fase 1 sugerem que a mRNA-1273, nossa vacina candidata COVID-19, pode gerar anticorpos neutralizantes duráveis em todas as faixas etárias, inclusive em adultos mais velhos e idosos", explicou o diretor médico da Moderna, Tal Zaks.