Publicidade
CNBB

Moradores de Araucária podem fazer teste rápido de HIV amanhã

Amanhã, Dia Mundial de Luta Contra a Aids, os moradores de Araucária terão a oportunidade de fazer teste rápido para detectar o vírus HIV. O teste rápido (gratuito e sigiloso) é um meio muito importante para diagnosticar novos casos e poder dar o encaminhamento para que a pessoa com HIV/Aids possa ter uma boa qualidade de vida. Os testes ocorrerão no Serviço de Orientações às IST/HIV/Aids de Araucária (SOA), Rua Guilherme da Motta Corrêa, nº 55 (próximo ao Laboratório Municipal), das 8 às 16 horas. 
De acordo com Sistema de Informação de Agravo de Notificação (Sinan), de 2010 a setembro de 2018, Araucária registrou 585 casos positivos de HIV/Aids. Só em 2018 (até setembro), foram 65 casos positivos detectados. Para fazer o teste é preciso apenas ter mais de 13 anos e apresentar documento de identificação. Não há agendamento; basta ir ao SOA durante o período de atendimento. O resultado do teste costuma sair em cerca de 15 minutos. 
Caso seja positivo, o morador receberá todas as orientações para ter o acompanhamento necessário visando a qualidade de vida. Será possível fazer também os testes rápidos para Sífilis, e as Hepatites B e C. Uma única relação sexual sem proteção pode ocasionar em contaminação por um conjunto de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).
O SOA atende normalmente de segunda a sexta-feira, das 8 às 16 horas (sem fechar para almoço). Mais informações: 0800-6424125 ou (41) 3901-5190. 
Dados do Sinan mostram que, entre 2016 e 2017, Araucária teve dois casos positivos de transmissão vertical de HIV, ou seja, da gestante para o bebê. De 2007 a setembro de 2018, o histórico é de 68 gestantes do município detectadas com o vírus HIV. O bebê também pode adquirir o vírus na amamentação.
 

DESTAQUES DOS EDITORES