Luto

Morre a atriz e modelo Mila Moreira, aos 72 anos

(Foto: Reprodução Instagram)

Morreu na madrugada desta segunda-feira (6) a atriz Mila Moreira, 72 anos. A informação foi confirmada pelo Hospital CopaStar, onde ela estava internada. A causa da morte não foi divulgada. Ainda não há informações sobre o velório e enterro da artista.

nome de batismo  de Mila é Marilda Moreira da Silva. Paulistana, Mila nasceu em 18 de maio de 1949 e cresceu perto da Estação da Luz. Filha de pais portugueses, seu pai, Moreira era dono de um hotelzinho para mascates e sua mãe, a Ilda era dona de casa. Ela não gostava do nome Marilda e adotou Mila, em homenagem ao livro Mila 18, um romance de Leon Uris.

Mila começou a carreira como modelo, aos 14 anos, e participou de diversas novelas na TV Globo, entre elas "Plumas e Paetês" e "Marrom Glacé". Ao longo da carreira, ela esteve em cerca de 30 novelas e minisséries. Mila era formada em Psicologia.

Ela foi uma das primeiras modelos a atuar. Em entrevista ao Video Show, ela afirmou ter enfrentado preconceito. A estreia aconteceu em "Marron Glacé", em 1979, quando interpretou Érica. O último trabalho na TV foi a novela A Lei do Amor, em 2016. Mila ficou conhecida por interpretar mulheres elegantes como ela.

Entre novelas marcantes das quais a atriz participou estão "Elas por Elas", "Corpo a Corpo", "Que Rei Sou Eu?", "Meu Bem, Meu Mal", "Paraíso Tropical", "Ti Ti Ti".

Carreira

Em 1960 Mila, foi coroada "Miss Luzes da Cidade" e como prêmio, ganhou uma viagem para Nova York. Ela apareceu como manequim (ou demonstradora como eram chamadas na época), na Feira Nacional da Indústria Têxtil - Fenit, em 1963, desfilando pela Rhodia Têxtil, sendo coreografado por Ismael Guiser, junto com as manequins Ully, Mailu. Desfilaram ainda, no magazine paulistano Mappin mostrando a coleção mais recente da Rhodia. Ficaram juntas na Rhodia até 1970. Depois, Mila e Ully montaram uma escola para manequins no Rio de Janeiro.

Em 1979 foi convidada para ser produtora na Rede Bandeirantes. No mesmo ano, conhecida mais como manequim da Rhodia com "furinho no queixo", foi chamada às pressas para substituir uma jurada no programa do Chacrinha e chamou a atenção do autor Cassiano Gabus Mendes, que a convidou para fazer a telenovela da Rede Globo, Marrom Glacé