Publicidade
Hollywood

Morre diretor de 'Cantando na Chuva' aos 94 anos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Morreu neste sábado (23) Stanley Donen, co-diretor de "Cantando na Chuva" (1952) com Gene Kelly. A notícia foi confirmada pela manhã por um dos filhos de Donen, de acordo com o "Chicago Tribune".

Além de "Cantando na Chuva", Donen dirigiu ainda diversos outros musicais icônicos de Hollywood. São dele "Cinderela e Paris" (1957), estrelado por Audrey Hepburn e Fred Astaire, e "Sete Noivas para Sete Irmãos" (1952).

Nos anos 1960, aventurou-se no gênero romântico com "Charada" (1963), um thriller, e "Um Caminho para Dois" (1967), ambos com Audrey Hepburn. 

Embora jamais tenha sido indicado ao Oscar, o diretor nascido na Carolina do Sul recebeu da Academia um prêmio honorário pelo conjunto de sua obra em 1998.

Nascido na Carolina do Sul, Donen começou sua carreira como dançarino. Em 1941, aos 17 anos, foi contratado por Gene Kelley como coreógrafo-assistente em uma peça da Broadway.

Nos anos seguintes, trabalhou como coreógrafo em diversos filmes até começar a trajetória na direção, em 1949.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES