Publicidade
Arte

Morre o cineasta e dramaturgo Domingos Oliveira, aos 82, no Rio

Domingos, na premiação do Kikito, pelo filme BR 716
Domingos, na premiação do Kikito, pelo filme BR 716 (Foto: Reprodução/TV)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Morreu na tarde deste sábado (23) o cineasta e dramaturgo Domingos Oliveira, 82. Por volta das 14h, ele teve uma parada cardíaca e não resistiu.

Ele estava trabalhando em sua casa, no Leblon, zona sul carioca, e nem chegou a ser levado para um hospital. Amigos próximos do artista se reuniram no local para prestar apoio à família.

O corpo será velado na noite deste sábado (23), no Planetário da Gávea. O enterro está marcado para este domingo (24), no cemitério São João Batista, em Botafogo.

Oliveira escreveu e dirigiu filmes como “Todas as Mulheres do Mundo” (1966), BR 716 (2016) e “Todo Mundo Tem Problemas Sexuais” (2008).

Em entrevista à Folha de S.Paulo, em outubro de 2014, o cineasta falou sobre o lançamento de sua autobiografia “Vida Minha” (Record, 2014) e se definiu como uma pessoa amorosa. "Não sou rico, não sou gênio. Mas sou forte no amor. É vocação: amo muito", disse.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES