Publicidade
Museu paranaense

Mostra revela o contraste entre o Japão tradicional e o contemporâneo

Foto do projeto ‘Today’s Levitation’
Foto do projeto ‘Today’s Levitation’ (Foto: Divulgação)

Hoje, às 19h, o Museu Paranaense abre a mostra fotográfica ‘Tóquio Antes/Depois’, uma seleção de aproximadamente 80 obras com fotografias de Tóquio no período de 1930 a 1940 ao lado de fotos atuais, capturadas a partir de 2010. Com a aproximação dos Jogos Olímpicos de 2020 na cidade, a ideia é apresentar a capital do Japão por meio do olhar de 11 fotógrafos japoneses. A curadoria é do crítico e historiador de fotografia, Kotaro Iizawa. A entrada é gratuita.

A ocasião marca também a inauguração de um novo espaço do Museu Paranaense dedicado a receber mostras de curta duração. “A criação de um espaço com características arquitetônicas mais flexíveis do que as salas expositivas que se localizam no edifício histórico, o Palácio São Francisco, possibilita ao museu receber exposições de conteúdos múltiplos, com características que vão além dos objetos históricos pertencentes ao acervo. A criação desse novo espaço, dentro do complexo museal, reforça, mais uma vez, a preocupação dessa instituição em abrir um diálogo contínuo de seu acervo com propostas e conteúdos externos”, explica a diretora do Paranaense, Gabriela Bettega.

A mostra
Com mais de 30 milhões de habitantes, a Grande Tóquio (que abrange a metrópole de Tóquio e as províncias de Saitama, Chiba e Kanagawa) é uma das maiores megalópoles do mundo e seu crescimento ocorreu de forma natural, sem planejamento urbano. Além disso, sofreu grandes transformações no decorrer dos anos, desde a Restauração Meiji, em 1868, passando pelo Grande Terremoto de Kanto, em 1923, como também os bombardeios nos anos 1940 e 1945 durante a Segunda Guerra Mundial.
“Tóquio é algo vivo, no modo que cresce constantemente, troca de pele e se transforma. O ritmo simultâneo de construção e destruição está cada vez mais acelerado. É extremamente difícil compreender e expressar fielmente esse gigantesco caos, que anula todo o significado das coisas. A fotografia que detém a objetividade e a subjetividade, talvez tenha forte efeito nesta circunstância”, comenta o curador Kotaro Iizawa.

Itinerante
A exposição itinerante é promovida pelo Consulado-Geral do Japão em Curitiba em parceria com o Museu Paranaense e a Fundação Japão, organização vinculada ao Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão, que tem por objetivo promover o intercâmbio cultural e a compreensão mútua entre o Japão e outros países desde 1972.

Serviço
Abertura da exposição ‘Tóquio Antes/Depois’
Dia 25 de junho de 2019, às 19h
Período expositivo: até 21 de julho de 2019
Entrada: gratuita

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES